CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Força da fraqueza

Ainda nem são dez horas
a noite começa a cair
nas brumas do horizonte,
a ânsia toma conta de mim…

Anseio o amanhã
temo-o
entrelaço o medo
com a coragem
na voragem dubitativa…

Os batimentos entoam
num disparo alado
um galope fulminante
com os dentes cerrados
prendo as rédeas
para não vaguear
nas nuvens do pensamento…

A inquestionável pergunta
é o vulto da mente,
as lutas repetem-se
e porquê?

Será que ainda não mostrei
que a coragem
se verga
mas que a não deixo partir
para não ruir no medo
de existir…

Embriago os tragos amargos
da mente
com imagens de luz
que o âmago possui
esculpidas na força da fraqueza…

Os grilos cantam
os corvos regressam a casa
os gritos que escuto
são as rapinas
que voam nos campos desérticos…

Um pomar vazio
onde o meu poiso
é o longo caminhar
apenas agora
que as memórias teimam
em chorar sorrisos
na penumbra da angústia
que se revolta
nas guardas do medo!

Submited by

sábado, julho 9, 2011 - 13:39

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 12 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Densidade do olhar 2 1.321 03/15/2018 - 09:38 Português
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.348 03/15/2018 - 09:37 Português
Poesia/Meditação Onde as nuvens pousam 1 829 11/07/2015 - 11:14 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 1.059 12/22/2012 - 20:02 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.401 12/20/2012 - 02:10 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 936 10/08/2012 - 06:36 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.626 07/21/2012 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Os vales da realidade 3 837 07/09/2012 - 08:10 Português
Poesia/Meditação Um oásis que flutua 0 537 06/25/2012 - 16:33 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 1.127 06/24/2012 - 12:16 Português
Poesia/Meditação Num grito estagnado 1 1.114 06/21/2012 - 18:21 Português
Poesia/Amizade Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.108 06/20/2012 - 20:54 Português
Poesia/Meditação Cadências cálidas 1 920 06/14/2012 - 10:10 Português
Poesia/Meditação Esquina da palavra 1 1.625 06/13/2012 - 08:40 Português
Poesia/Intervenção Pura ilusão cega 3 1.029 04/15/2012 - 17:35 Português
Poesia/Meditação Esquina de cada utopia 1 1.224 01/06/2012 - 17:32 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.598 12/31/2011 - 01:49 Português
Poesia/Meditação Mar de nada 1 1.290 12/11/2011 - 19:44 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.289 12/04/2011 - 22:41 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.165 11/30/2011 - 22:23 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 1.039 11/29/2011 - 21:06 Português
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 2.205 10/20/2011 - 13:08 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.591 09/23/2011 - 05:35 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.935 09/22/2011 - 03:49 Português
Poesia/Meditação EXCERTOS DA ALMA 1 1.702 09/19/2011 - 15:25 Português