CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A loucura da palavra

Sabes amigo
hoje escrevo-te
para te dizer
que a palavra morreu,
sucumbiu nas ameias
da garganta
pálida na respiração
que a língua não lhe deu!

Agora já nem os olhos
choram
as moradas onde ela
se vai dilacerar…

E no fim da vida
a sua única despedida
foi a virgula esquecida
entre duas sonantes palavras.

Ah! É verdade
não era uma virgula só
trazia consigo um ponto
um ponto congénere
com o ponto final,
mas era apenas
uma alegoria à virgula marota
que teima em parar a respiração!

E agora que a palavra morreu
e jaz numa lápide fresca
nos escombros do sol,
o poeta pode fechar a gaveta
arrumar a caneta
e da folha de papel
fazer uma caravela
deita-la no rio
a deslizar ao encontro
do imensurável mar…

E tu amigo
podes enfim navegar sem parar!

Submited by

terça-feira, abril 26, 2011 - 15:35

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 12 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de MarneDulinski

A loucura da palavra

Lindo poema, gostei muito!

Meus parabéns,

MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Densidade do olhar 2 1.334 03/15/2018 - 09:38 Português
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.350 03/15/2018 - 09:37 Português
Poesia/Meditação Onde as nuvens pousam 1 832 11/07/2015 - 11:14 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 1.063 12/22/2012 - 20:02 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.405 12/20/2012 - 02:10 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 936 10/08/2012 - 06:36 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.630 07/21/2012 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Os vales da realidade 3 839 07/09/2012 - 08:10 Português
Poesia/Meditação Um oásis que flutua 0 537 06/25/2012 - 16:33 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 1.133 06/24/2012 - 12:16 Português
Poesia/Meditação Num grito estagnado 1 1.116 06/21/2012 - 18:21 Português
Poesia/Amizade Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.111 06/20/2012 - 20:54 Português
Poesia/Meditação Cadências cálidas 1 924 06/14/2012 - 10:10 Português
Poesia/Meditação Esquina da palavra 1 1.626 06/13/2012 - 08:40 Português
Poesia/Intervenção Pura ilusão cega 3 1.035 04/15/2012 - 17:35 Português
Poesia/Meditação Esquina de cada utopia 1 1.227 01/06/2012 - 17:32 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.600 12/31/2011 - 01:49 Português
Poesia/Meditação Mar de nada 1 1.292 12/11/2011 - 19:44 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.293 12/04/2011 - 22:41 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.169 11/30/2011 - 22:23 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 1.040 11/29/2011 - 21:06 Português
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 2.208 10/20/2011 - 13:08 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.592 09/23/2011 - 05:35 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.938 09/22/2011 - 03:49 Português
Poesia/Meditação EXCERTOS DA ALMA 1 1.704 09/19/2011 - 15:25 Português