CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Melodia dos sentidos

Na melodia dos sentidos
encontro a escala de música
que nos conforta,
nos dias que passam a correr,
sem nos dar tempo
de olhar as notas escritas
na pauta, onde o maestro
nos ensinou a tocar.

Submited by

segunda-feira, novembro 17, 2008 - 13:26

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 6 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de Henrique

Re: Melodia dos sentidos

Uma melodia que se lê, ouve e sente nestas palavras…

:-)

imagem de elisabetefialho

Re: Melodia dos sentidos

O maestro ensina a tocar,concordo
Mas cabe a nós dar mais cor e vida a cada nota,boa amiga
Contas feitas,um compasso é só um compasso e nada vale mais do que isso
Um abraço do tamanho do mundo

imagem de Anonymous

Re: Melodia dos sentidos

"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios... Por isso, cante, ria, dance, chore e viva intensamente cada momento de sua vida, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos..."
Charles Chaplin

Pequeno, mas poderoso. Obrigado por escrever e partilhar.

imagem de MariaSousa

Re: Melodia dos sentidos

Com poucos versos falas da vida, e falas muito.

Gostei!

Bjs

imagem de Conchinha

Re: Melodia dos sentidos

As pautas são mesmo para deitar fora.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Densidade do olhar 2 1.229 03/15/2018 - 08:38 Português
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.272 03/15/2018 - 08:37 Português
Poesia/Meditação Onde as nuvens pousam 1 746 11/07/2015 - 10:14 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 1.003 12/22/2012 - 19:02 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.339 12/20/2012 - 01:10 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 918 10/08/2012 - 05:36 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.597 07/21/2012 - 20:14 Português
Poesia/Meditação Os vales da realidade 3 767 07/09/2012 - 07:10 Português
Poesia/Meditação Um oásis que flutua 0 523 06/25/2012 - 15:33 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 1.067 06/24/2012 - 11:16 Português
Poesia/Meditação Num grito estagnado 1 1.052 06/21/2012 - 17:21 Português
Poesia/Amizade Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.027 06/20/2012 - 19:54 Português
Poesia/Meditação Cadências cálidas 1 861 06/14/2012 - 09:10 Português
Poesia/Meditação Esquina da palavra 1 1.601 06/13/2012 - 07:40 Português
Poesia/Intervenção Pura ilusão cega 3 943 04/15/2012 - 16:35 Português
Poesia/Meditação Esquina de cada utopia 1 1.183 01/06/2012 - 16:32 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.578 12/31/2011 - 00:49 Português
Poesia/Meditação Mar de nada 1 1.242 12/11/2011 - 18:44 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.195 12/04/2011 - 21:41 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.128 11/30/2011 - 21:23 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 998 11/29/2011 - 20:06 Português
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 2.145 10/20/2011 - 12:08 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.544 09/23/2011 - 04:35 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.860 09/22/2011 - 02:49 Português
Poesia/Meditação EXCERTOS DA ALMA 1 1.655 09/19/2011 - 14:25 Português