CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

MEMORIA DUM TEMPO ÍDO


Já choram de novo os beirais
Me embalo com o seu choro
A solidão pesa demais
Por um dia de sol imploro.
Cai a chuva como pranto
Desesperada no chão
Também o meu desencanto
Açoita o meu coração.

Já choram de novo os beirais
Lágrimas do céu em desespero
Cantam os pássaros seus ais
E eu à Vida que tanto quero.
Não levo pressa de chegar
Quem sabe numa madrugada molhada
Ou quando o tempo amainar
E a Vida p'ra mim fôr nada.

Já não choram mais os beirais
Se calam em descanso merecido
Já são memória nada mais
Memória dum tempo ído.

 Agora sou eu quem chora
Porque já se encurta a Vida
Meus sonhos foram embora
Ando de sonhos despida.

natalia nuno

 


 

Submited by

terça-feira, dezembro 28, 2010 - 21:29

Poesia :

No votes yet

natalianuno

imagem de natalianuno
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 13 semanas 19 horas
Membro desde: 12/17/2009
Conteúdos:
Pontos: 697

Comentários

imagem de Susan

Estar despída do sonho para

Estar despída do sonho para enfim de novo sonhar ...

Muito bom !!!!

Beijos

Susan

imagem de natalianuno

Oi amiga

Tenho lido tua poesia, mas não sei onde comentar,

não consigo descobrir, mas gostei do último  que fala da saudade

do riso algures perdido, muito lindo.

beijinho

imagem de natalianuno

Gratidão

Obrigada amiga eu e minha poesia te agradecemos o apreço e

a amizade.

 

beijinho

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of natalianuno

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão adeus ao que não volta mais... 1 177 07/23/2019 - 16:47 Português
Fotos/História Templo de Ho Che Minh/Camboja 0 264 07/23/2019 - 14:41 Português
Fotos/Cidades Hong Kong 0 197 07/23/2019 - 14:33 Português
Poesia/Geral palavras d'água... 0 238 04/07/2019 - 12:18 Português
Poesia/Desilusão foi ao espelho e nunca mais voltou... 0 363 04/14/2016 - 16:46 Português
Poesia/Desilusão não matem os pássaros 0 429 04/14/2016 - 16:41 Português
Poesia/Desilusão pequena prosa poética 0 414 04/06/2016 - 23:11 Português
Poesia/Amor palavras por dizer... 0 373 04/05/2016 - 17:25 Português
Poesia/Amor passo o tempo a desejar-te 0 422 04/05/2016 - 17:18 Português
Poesia/Desilusão já não me sei... 2 458 04/05/2016 - 17:13 Português
Poesia/Geral tantas ilusões... 0 459 04/02/2016 - 16:29 Português
Poesia/Geral um resto de sonho... 0 650 01/25/2013 - 11:29 Português
Fotos/Cidades MOSCOVO-METRO 0 1.145 01/23/2013 - 00:13 Português
Fotos/História CHINA-MURALHA 0 1.210 01/23/2013 - 00:06 Português
Poesia/Meditação sonho dum momento só meu 6 758 01/22/2013 - 23:19 Português
Poesia/Geral desafio o silêncio 4 1.220 01/21/2013 - 23:58 Português
Poesia/Amor MEU AMOR 5 991 01/21/2013 - 15:36 Português
Poesia/Dedicado gosto de coisas simples 1 1.010 08/11/2012 - 19:19 Português
Poesia/Desilusão NO EXÍLIO DA MEMÓRIA 3 931 06/01/2012 - 18:44 Português
Poesia/Desilusão ESPELHO D'ÁGUA 1 755 04/26/2012 - 22:04 Português
Poesia/Tristeza ENTRE O SONHO E O VAZIO 5 845 04/19/2012 - 21:13 Português
Poesia/Geral GOTAS DE ORVALHO 3 730 04/17/2012 - 18:03 Português
Poesia/Geral ALGUÉM ME ABRIU OS BRAÇOS 4 561 04/17/2012 - 17:53 Português
Fotos/Monumentos CATEDRAL D'UOMO MILÃO 0 4.064 04/13/2012 - 14:27 Português
Fotos/Monumentos Catedral de Milão 0 1.334 04/13/2012 - 14:22 Português