CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Minúsculos gestos

Tão estranha é a vida
Umas vezes curta
Outras comprida,
Cursos que se repetem
Outros que se interrompem
No espaço
E voltam no tempo

O vento sopra
Muda de direcção
E logo se renova
Em variadas convulsões

O sentido
Deixa de fazer sentido
E rumo certo
Caí no incerto
Nas bermas de um só instante

O grito de alegria
Se remove
Em dor…
A dor
Move-se em prantos de júbilo

Os braços cruzados
Voltam erguidos
Nos alicerces do imenso
Sentir…
Nos escombros da euforia
Recolhem-se partículas
De verdades infinitas…

Minúsculos gestos
Atestam as mais validas emoções…
Desnudam a verdade dos corações…

Submited by

sábado, fevereiro 13, 2010 - 10:02

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 6 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de apsferreira

Re: Minúsculos gestos

Uma reflexão, bastante
interessante, melhor, ainda,
porque é feita, num
bom poema. Gostei,
bastante.
:-)

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Minúsculos gestos

Parabéns pelo belo poema.

Gostei.

Um abraço,
Roberto

imagem de Angelo

Re: Minúsculos gestos

Minúsculos gestos
Atestam as mais validas emoções…
Desnudam a verdade dos corações…

lindo poema cara amiga Ana, a juntar a tantos outros que escreves,.
Os meus parabéns pelo poema.
Um beijo melo

imagem de angelalugo

Re: Minúsculos gestos

Olá Ana

Um excelente poema sobre o nossa
breve estada na vida...Parabéns!

Beijinhos no coração

imagem de MarneDulinski

Re: Minúsculos gestos

AnaCoelho!

LINDO POEMA, LINDA MEDITAÇÃO, GOSTEI MUITO!

Tão estranha é a vida
Umas vezes curta
Outras comprida,
Cursos que se repetem
Outros que se interrompem
No espaço
E voltam no tempo

Meus parabéns,
Marne

imagem de Mefistus

Re: Minúsculos gestos

AnaCoelho;
Bom momento de poesia, a ideia do eterno retorno, aprisionado numa nova esperança de um intento regresso.

ressalvo;
O vento sopra
Muda de direcção
E logo se renova
Em variadas convulsões

Gostei!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Densidade do olhar 2 1.233 03/15/2018 - 08:38 Português
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.275 03/15/2018 - 08:37 Português
Poesia/Meditação Onde as nuvens pousam 1 751 11/07/2015 - 10:14 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 1.011 12/22/2012 - 19:02 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.341 12/20/2012 - 01:10 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 919 10/08/2012 - 05:36 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.598 07/21/2012 - 20:14 Português
Poesia/Meditação Os vales da realidade 3 770 07/09/2012 - 07:10 Português
Poesia/Meditação Um oásis que flutua 0 525 06/25/2012 - 15:33 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 1.069 06/24/2012 - 11:16 Português
Poesia/Meditação Num grito estagnado 1 1.058 06/21/2012 - 17:21 Português
Poesia/Amizade Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.044 06/20/2012 - 19:54 Português
Poesia/Meditação Cadências cálidas 1 864 06/14/2012 - 09:10 Português
Poesia/Meditação Esquina da palavra 1 1.603 06/13/2012 - 07:40 Português
Poesia/Intervenção Pura ilusão cega 3 947 04/15/2012 - 16:35 Português
Poesia/Meditação Esquina de cada utopia 1 1.184 01/06/2012 - 16:32 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.580 12/31/2011 - 00:49 Português
Poesia/Meditação Mar de nada 1 1.244 12/11/2011 - 18:44 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.201 12/04/2011 - 21:41 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.130 11/30/2011 - 21:23 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 1.009 11/29/2011 - 20:06 Português
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 2.148 10/20/2011 - 12:08 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.547 09/23/2011 - 04:35 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.866 09/22/2011 - 02:49 Português
Poesia/Meditação EXCERTOS DA ALMA 1 1.658 09/19/2011 - 14:25 Português