CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Momento eterno

Por entre as janelas resplandece
a luz do sol amanhecida,
sigo de mãos abertas
ao encontro do teu corpo,
num ensejo repleto de amor,
toco o veludo da tua pele nua
perco-me no teu sabor
deslizo pelo teu peito
bebo o néctar do teu amor
mordo o teu carinho,
meus lábios sedentos do teu vinho.
Entre as pernas o delírio
cotejo a volúpia do teu calor
o amor move-se em chama,
os corpos ardem na fogueira
desta loucura...
Os gemidos no silêncio
da manhã já desperta...
as unhas percorrem as tuas costas
onde se derrete o suor abrasador
deste momento eterno.

Submited by

domingo, novembro 16, 2008 - 12:41

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 31 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de Anonymous

Re: Momento eterno

gostei muito fe ler o teu poema

bj

breizh

imagem de MariaSousa

Re: Momento eterno

Olá Ana,

Gostei do teu poema e de te ver aqui.

Bjs

imagem de Henrique

Re: Momento eterno

Uma volúpia de palavras fulgurantes, um belo momento,
eternamente!!!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Densidade do olhar 2 993 03/15/2018 - 09:38 Português
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.118 03/15/2018 - 09:37 Português
Poesia/Meditação Onde as nuvens pousam 1 565 11/07/2015 - 11:14 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 912 12/22/2012 - 20:02 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.169 12/20/2012 - 02:10 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 842 10/08/2012 - 06:36 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.455 07/21/2012 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Os vales da realidade 3 632 07/09/2012 - 08:10 Português
Poesia/Meditação Um oásis que flutua 0 444 06/25/2012 - 16:33 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 939 06/24/2012 - 12:16 Português
Poesia/Meditação Num grito estagnado 1 912 06/21/2012 - 18:21 Português
Poesia/Amizade Amigo...preenchimento do verbo amar 1 878 06/20/2012 - 20:54 Português
Poesia/Meditação Cadências cálidas 1 746 06/14/2012 - 10:10 Português
Poesia/Meditação Esquina da palavra 1 1.496 06/13/2012 - 08:40 Português
Poesia/Intervenção Pura ilusão cega 3 784 04/15/2012 - 17:35 Português
Poesia/Meditação Esquina de cada utopia 1 1.085 01/06/2012 - 17:32 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.473 12/31/2011 - 01:49 Português
Poesia/Meditação Mar de nada 1 1.022 12/11/2011 - 19:44 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.018 12/04/2011 - 22:41 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.043 11/30/2011 - 22:23 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 834 11/29/2011 - 21:06 Português
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 1.987 10/20/2011 - 13:08 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.427 09/23/2011 - 05:35 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.685 09/22/2011 - 03:49 Português
Poesia/Meditação EXCERTOS DA ALMA 1 1.527 09/19/2011 - 15:25 Português