CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O último poema


Quando o Inverno
se deitar no meu leito
e as flores cantarem aromas
pelos jardins em rosmaninho,
o som da minha voz
for o silêncio das minhas palavras
largadas pelas folhas velhas de papel…

Procurai
pelos cantos mudos da casa
os pedaços timbrados
das minhas emoções,
nelas podereis
tocar tudo o que fui,
a vida que vivi
os sonhos que levantei
toda a ilusão que nunca contei…

Não tenteis
buscar os meus momentos
encontrem somente
o vosso timbre
o sentir para lá da voz do poeta,
se assim as fixares
é porque também em vós
existe razão…sonhos e tempos
cobertos de luz!

Deixo-vos os meus traços
sem tempo em vagas horas
com eles fazei morada para todos,
assim a minha paz
será perpetuada nas brisas primaveris.

Porque no tempo
sois vós
o perpetuar da minha vida
da razão
que sempre moveu
todas as minhas entranhas
um toque para lá dos corpos
vestidos da essência materna
que a minha alma proclama
no som do olhar…

Será esta a verdade
pela qual sempre vivi,
aquela que em vós aprendi
a única palavra que alcança
o universo palpável
o amor
que colhi do vosso mundo!

Se algumas vezes
vós transmiti silêncio
foi para que pudessem escutar
os ruídos do mundo,
nele aprendessem a voar
com as vossas frágeis asas!

 


para os meus filhos Cátia e Edgar


 

Submited by

sábado, janeiro 1, 2011 - 00:16

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 11 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de natalianuno

Um poema duma sensibilidade

Um poema duma sensibilidade infinda que me tocou verdadeiramente.

beijo

imagem de vitor

Sentimentos duma mulher no

Sentimentos duma mulher

no cofre duma poetisa

guardando segredos inspiradores

que despertem seus amores

e no silencio que se fizer

que seus rebentos voem na vida.

Vitor.

Feliz Ano Novo.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Densidade do olhar 2 1.305 03/15/2018 - 09:38 Português
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.334 03/15/2018 - 09:37 Português
Poesia/Meditação Onde as nuvens pousam 1 805 11/07/2015 - 11:14 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 1.052 12/22/2012 - 20:02 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.384 12/20/2012 - 02:10 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 934 10/08/2012 - 06:36 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.618 07/21/2012 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Os vales da realidade 3 821 07/09/2012 - 08:10 Português
Poesia/Meditação Um oásis que flutua 0 535 06/25/2012 - 16:33 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 1.112 06/24/2012 - 12:16 Português
Poesia/Meditação Num grito estagnado 1 1.102 06/21/2012 - 18:21 Português
Poesia/Amizade Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.089 06/20/2012 - 20:54 Português
Poesia/Meditação Cadências cálidas 1 907 06/14/2012 - 10:10 Português
Poesia/Meditação Esquina da palavra 1 1.619 06/13/2012 - 08:40 Português
Poesia/Intervenção Pura ilusão cega 3 1.004 04/15/2012 - 17:35 Português
Poesia/Meditação Esquina de cada utopia 1 1.209 01/06/2012 - 17:32 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.593 12/31/2011 - 01:49 Português
Poesia/Meditação Mar de nada 1 1.275 12/11/2011 - 19:44 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.272 12/04/2011 - 22:41 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.153 11/30/2011 - 22:23 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 1.033 11/29/2011 - 21:06 Português
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 2.191 10/20/2011 - 13:08 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.579 09/23/2011 - 05:35 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.913 09/22/2011 - 03:49 Português
Poesia/Meditação EXCERTOS DA ALMA 1 1.697 09/19/2011 - 15:25 Português