CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ONDE COMEÇA A ESPERA

Tipologia: Embrião,
quer seja esperado, ou não.
Sua condição: Gerado.
Tem Vida, não tem Passado.
Posto na fila de “Espera”,
espera... mas não desespera!
Espera alimento e conforto,
senão, pode nascer torto.
Na sua espera, assaz calma,
não tem conflitos de alma.

Nove meses, como ser,
dão-lhe a honra de nascer.
Um certo aperto no espaço,
fá-lo sair do embaraço.
Natus Sum! Aqui começa
uma reacção expressa
de várias formas. A espera,
- que antes de ser, já o era
no ventre de sua Mãe -
grita, mas não ouve... Amén!

E continua esperando
sem dela ter o comando...
porque “Veni, Vedi, Vici”
nem sempre funciona aqui.
É que a espera, essa raínha,
é lenta quando caminha.
Esperar... palavra assaz dura,
vira doença sem cura,
se quem de esperar se cansa
e o que quer... não alcança!

Estado normal: Esperar!
Entretanto... vimos passar
o tempo que nos foi dado
pra viver cá deste lado.
Não sei se lá, no Além,
iremos esperar também.
Esperámos para nascer.
Esperamos melhor viver.
Esperamos tudo, afinal.
Maldita praga geral!

Maria Letr@
2016-01-28

Submited by

sexta-feira, fevereiro 3, 2023 - 13:52

Poesia :

No votes yet

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 1 hora
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2676

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Tristeza VIOLÊNCIA DOMÉSTICA - ATÉ QUANDO? 0 197 11/30/2023 - 01:01 Português
Poesia/Geral AO SABOR DAS MARÉS 0 331 10/29/2023 - 11:30 Português
Prosas/Outros DEMOCRATICAMENTE... LETRA-SEM-TRETA! 0 683 07/09/2023 - 20:46 Português
Poesia/Geral COMO VIVI A PANDEMIA 0 425 07/09/2023 - 20:37 Português
Poesia/Geral AGARRA A VIDA 0 251 07/09/2023 - 20:33 Português
Poesia/Amor ELOS DE AMOR 0 332 06/27/2023 - 19:51 Português
Poesia/Meditação SINTO FRIO 0 468 06/27/2023 - 19:22 Português
Poesia/Meditação ESPERO_POR_TI_MADRUGADA 3 1.939 06/26/2023 - 20:54 Português
Poesia/Tristeza O FLAGELO DA PERDA 2 1.191 06/26/2023 - 20:48 Português
Poesia/Meditação ETERNA BUSCA 0 313 06/10/2023 - 16:54 Português
Poesia/Desilusão PRECE À VIDA 0 757 02/03/2023 - 21:51 Português
Poesia/Dedicado QUANDO JULGARES-ME É UM ERRO 0 574 02/03/2023 - 13:57 Português
Poesia/Geral ONDE COMEÇA A ESPERA 0 550 02/03/2023 - 13:52 Português
Poesia/Geral QUEM NÃO ESTIVER BEM... QUE SE MUDE! 0 568 11/28/2022 - 00:18 Português
Poesia/Pensamentos OS MEUS QUERERES 0 628 11/27/2022 - 22:47 Português
Poesia/Meditação SÃO PENAS...PARTES DE MIM 0 528 11/27/2022 - 22:32 Português
Prosas/Outros O EXCEPCIONAL INTÉRPRETE MUSICAL DIMASH QUDAIBERGEN 0 783 11/27/2022 - 00:57 Português
Prosas/Outros O CUSCAS QUER IR AO QATAR 0 1.287 11/27/2022 - 00:51 Português
Poesia/Tristeza TOXIMUNDO 0 572 11/25/2022 - 23:07 Português
Críticas/Outros AINDA O IDOSO CARENCIADO 0 757 11/25/2022 - 18:42 Português
Poesia/Meditação O OBVERSO DO UNIVERSO 0 700 11/25/2022 - 18:15 Português
Poesia/Geral CORRIDA EM DIRECÇÃO À META 0 600 11/24/2022 - 17:37 Português
Poesia/Geral CAMINHADA DE AMOR 0 772 11/24/2022 - 17:19 Português
Poesia/Tristeza O MUNDO ESTÁ DOENTE 0 874 11/24/2022 - 14:29 Português
Poesia/Geral NA MIRA DE GENTE FALSA 0 1.099 06/13/2021 - 21:41 Português