CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DEMOCRATICAMENTE... LETRA-SEM-TRETA!

 

Portugal está, indiscutivelmente, com problemas graves no Sistema Nacional de Saúde, problemas esses que geraram este meu manifesto de hoje.  Antes, porém, gostaria de repetir-me afirmando que sou absolutamente apolítica, sobretudo porque, com a minha avançada idade, já vi incumprimentos de todos os lados, quer seja da esquerda, quer seja do centro ou da direita.

• Em Portugal luta-se muito na tentativa de ensinar os Portugueses a optar por uma alimentação saudável.
a) O cidadão português que vive com um salário mínimo nacional, ou com um subsídio de reinserção (?), pode comer saudavelmente, quando o dinheiro que (não) tem disponível só dá para passar fome?
b) Quanto pior se come, mais doentes são gerados! Isso acelera a ineficiência latente do serviço hospitalar, agravando, em consequência, as condições económicas da população que acabará por ter de descontar parte do que recebe, para pagar ao Estado os prejuízos que possam advir da sua deficiente actuação. Todos os aumentos que têm sido feitos podem ser considerados uma permanente anedota... Ou não?!?
c) Estou de acordo quando há dias ouvi alguém dizer, numa entrevista, que os cidadãos que possuam formação superior  - como  um curso universitário ou outro de elevado mérito - deveriam receber mais do que outros trabalhadores que têm uma formação básica, por exemplo. Isso poderá, na realidade, criar nos alunos interesse por adquirirem uma formação superior. Não estou, porém, de acordo que esteja a perder-se prestígio no que respeita a certas posições do governo português, que faculta um rendimento de reinserção, ou mesmo um ordenado mínimo nacional, repito, absolutamente vergonhosos, valores esses que dão facilmente para atirar um ser humano para o Serviço Nacional de Saúde actual, podendo mesmo acabar morrendo à porta do hospital, se não houver médicos disponíveis para socorrê-lo em tempo record.

Se nós somos aquilo que comemos e que pensamos, solicito ao Estado o favor de deixar que pensemos melhor e proporcione a quem vive mal, acesso a uma alimentação digna. Considero muito grave que não se apliquem medidas para pôr fim à miserável situação em que vivem tantas famílias em Portugal, daí o aumento dos doentes, o aumento do crime e o aumento de tantas outras situações nefastas a todos e à reputação de um País lindo como o nosso. Sente-se que a maior preocupação de quem gere a nossa economia, é dar de comer a certos políticos que tanto mal causaram ao país e que, “coitaditos!”, devem continuar a viver bem. Não será isso?


Maria Letr@
2023-07-06

Submited by

domingo, julho 9, 2023 - 19:46

Prosas :

No votes yet

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 12 horas 4 minutos
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2676

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Tristeza VIOLÊNCIA DOMÉSTICA - ATÉ QUANDO? 0 150 11/30/2023 - 00:01 Português
Poesia/Geral AO SABOR DAS MARÉS 0 284 10/29/2023 - 10:30 Português
Prosas/Outros DEMOCRATICAMENTE... LETRA-SEM-TRETA! 0 632 07/09/2023 - 19:46 Português
Poesia/Geral COMO VIVI A PANDEMIA 0 391 07/09/2023 - 19:37 Português
Poesia/Geral AGARRA A VIDA 0 219 07/09/2023 - 19:33 Português
Poesia/Amor ELOS DE AMOR 0 287 06/27/2023 - 18:51 Português
Poesia/Meditação SINTO FRIO 0 451 06/27/2023 - 18:22 Português
Poesia/Meditação ESPERO_POR_TI_MADRUGADA 3 1.789 06/26/2023 - 19:54 Português
Poesia/Tristeza O FLAGELO DA PERDA 2 1.145 06/26/2023 - 19:48 Português
Poesia/Meditação ETERNA BUSCA 0 294 06/10/2023 - 15:54 Português
Poesia/Desilusão PRECE À VIDA 0 711 02/03/2023 - 20:51 Português
Poesia/Dedicado QUANDO JULGARES-ME É UM ERRO 0 516 02/03/2023 - 12:57 Português
Poesia/Geral ONDE COMEÇA A ESPERA 0 533 02/03/2023 - 12:52 Português
Poesia/Geral QUEM NÃO ESTIVER BEM... QUE SE MUDE! 0 502 11/27/2022 - 23:18 Português
Poesia/Pensamentos OS MEUS QUERERES 0 609 11/27/2022 - 21:47 Português
Poesia/Meditação SÃO PENAS...PARTES DE MIM 0 502 11/27/2022 - 21:32 Português
Prosas/Outros O EXCEPCIONAL INTÉRPRETE MUSICAL DIMASH QUDAIBERGEN 0 737 11/26/2022 - 23:57 Português
Prosas/Outros O CUSCAS QUER IR AO QATAR 0 1.208 11/26/2022 - 23:51 Português
Poesia/Tristeza TOXIMUNDO 0 526 11/25/2022 - 22:07 Português
Críticas/Outros AINDA O IDOSO CARENCIADO 0 716 11/25/2022 - 17:42 Português
Poesia/Meditação O OBVERSO DO UNIVERSO 0 650 11/25/2022 - 17:15 Português
Poesia/Geral CORRIDA EM DIRECÇÃO À META 0 558 11/24/2022 - 16:37 Português
Poesia/Geral CAMINHADA DE AMOR 0 727 11/24/2022 - 16:19 Português
Poesia/Tristeza O MUNDO ESTÁ DOENTE 0 826 11/24/2022 - 13:29 Português
Poesia/Geral NA MIRA DE GENTE FALSA 0 1.037 06/13/2021 - 20:41 Português