CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Para ti, filha

O inverno caí frio
Nos mantos sem aconchego,
O colo desguarnecido
…A ausência de um sorriso.

O coração chama moderadamente
A saudade escorre em pétalas
De rosas floridas…
Vertem gotas pelas manhãs
Em orvalhos inexpressivos

O peito em clamor no silêncio
Bebe cunhos de ansiedade

…O quarto vazio
A luz apagada…

A melodia que reluz
É que em breve
Sinto a fragrância da tua chegada…

Submited by

domingo, fevereiro 7, 2010 - 16:19

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 6 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de mariamateus

Re: Para ti, filha

Ana minha Amiga

Forte, sentido e com uma saudade incontida!

Sublime amor o teu! Mãe-filho/a laços inquebráveis!

Gostei muito!!!

Adoro ler-te!

Abraço carinhoso!

mm

imagem de Henrique

Re: Para ti, filha

Parabéns pelo teu lado de mãe, inspirada por um amor que mais nenhum amor o alcança...

:-)

imagem de Hisalena

Re: Para ti, filha

Um belo poema que transparece toda a beleza do seu coração de mãe. Quem pode entender algo assim tão grandioso e belo...se nunca o tiver tido?

Belo, sentido e doce.

imagem de MarneDulinski

Re: Para ti, filha

LINDO POEMA, GOSTEI MUITO!
Aguardando o retorno de sua filha, com muito amor e saudades!
Meus parabéns,
Marne

imagem de Angelo

Re: Para ti, filha

Os filhos deixam-nos algumas ansiedades, depois de maiores de idade.
as horas de chegada são para nós horas de amargura e de despertina que só termina com a chegada.

Parabéns ana pelo poema muito linda esta dedicatória.
Um beijo
Melo

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Para ti, filha

Que lindo poema danto conta da saudade e a falta que faz a fiz, que está ausente.

Adorei!

Beijos,
Roberto

imagem de Manuelaabreu

Re: Para ti, filha

Bonito poema que reflecte tristeza no inicio com a ausencia da sua filha mas com um fim feliz face a:

"A melodia que reluz
É que em breve
Sinto a fragrância da tua chegada…"

um abraço :-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Densidade do olhar 2 1.233 03/15/2018 - 08:38 Português
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.275 03/15/2018 - 08:37 Português
Poesia/Meditação Onde as nuvens pousam 1 751 11/07/2015 - 10:14 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 1.011 12/22/2012 - 19:02 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.341 12/20/2012 - 01:10 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 919 10/08/2012 - 05:36 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.598 07/21/2012 - 20:14 Português
Poesia/Meditação Os vales da realidade 3 770 07/09/2012 - 07:10 Português
Poesia/Meditação Um oásis que flutua 0 525 06/25/2012 - 15:33 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 1.069 06/24/2012 - 11:16 Português
Poesia/Meditação Num grito estagnado 1 1.058 06/21/2012 - 17:21 Português
Poesia/Amizade Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.044 06/20/2012 - 19:54 Português
Poesia/Meditação Cadências cálidas 1 864 06/14/2012 - 09:10 Português
Poesia/Meditação Esquina da palavra 1 1.603 06/13/2012 - 07:40 Português
Poesia/Intervenção Pura ilusão cega 3 947 04/15/2012 - 16:35 Português
Poesia/Meditação Esquina de cada utopia 1 1.184 01/06/2012 - 16:32 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.580 12/31/2011 - 00:49 Português
Poesia/Meditação Mar de nada 1 1.244 12/11/2011 - 18:44 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.201 12/04/2011 - 21:41 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.130 11/30/2011 - 21:23 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 1.009 11/29/2011 - 20:06 Português
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 2.148 10/20/2011 - 12:08 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.547 09/23/2011 - 04:35 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.866 09/22/2011 - 02:49 Português
Poesia/Meditação EXCERTOS DA ALMA 1 1.658 09/19/2011 - 14:25 Português