CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

quando não precisas de ninguém

.
.
.
(quando não precisas de ningém)

É quando não precisas de ningém
que encontras o verdadeiro amor
quando as palavras se soltam,
sem rédeas que as sustenham
livres,sem pudor que lhes valha

quando o olhar se espande
sem nada exergar
qundo o tacto se confunde
com todos os outros sentidos
quando o infinito parece te hipnotizar

quando há alternativas
e nem as pressentes
quando navegas contra a maré
te parece que todos os rios
vão desaguar do lado de lá

quando a aversão à ordem te domina
e o que vês tudo te parece factual
quando já não sabes se és tu ou o outro
mesmo sem toque tudo mexe dentro de ti
quando a palvra fica engasgada na garganta
mas o outro já entendeu mesmo antes de ti.

Quando não precisas de ninguém
é quando precisas de ti..

ana silvestre

Submited by

terça-feira, abril 15, 2014 - 03:16

Poesia :

No votes yet

annay

imagem de annay
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 29 semanas
Membro desde: 03/16/2012
Conteúdos:
Pontos: 1384

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of annay

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Um grito à ausência 3 906 03/28/2021 - 22:23 Português
Poesia/Geral Que coisa mais maluca 0 1.363 07/05/2014 - 02:20 Português
Poesia/Amor inventei-te, sem saber que existes ! 1 1.430 06/28/2014 - 22:18 Português
Poesia/Geral desarrumar a vida,valerá a pena ? 2 1.035 06/27/2014 - 04:12 Português
Poesia/Geral Enrolam-se nos fios de tempo 2 1.487 06/18/2014 - 02:38 Português
Poesia/Geral o tempo perdido 2 2.201 06/17/2014 - 02:22 Português
Poesia/Meditação a razão de todas as razões 0 1.940 05/14/2014 - 02:23 Português
Poesia/Geral tudo se resume á submissão do estar 2 1.219 05/09/2014 - 02:22 Português
Poesia/Geral tecidos fálicos 0 1.058 05/09/2014 - 02:18 Português
Poesia/Geral loucura,esse estado de lucidez 0 1.154 05/03/2014 - 03:47 Português
Poesia/Geral Morre-se devagar 0 1.640 05/02/2014 - 02:39 Português
Poesia/Amor Feminista?não,apenas fêmea 0 965 04/23/2014 - 03:42 Português
Poesia/Amor resignar 0 1.287 04/16/2014 - 23:38 Português
Poesia/Geral quando não precisas de ninguém 0 1.337 04/15/2014 - 03:16 Português
Poesia/Geral não ouso 0 1.102 04/02/2014 - 01:35 Português
Poesia/Erótico (cios esquecidos ) 2 1.690 04/02/2014 - 01:26 Português
Poesia/Meditação garras mortíferas 0 1.457 03/28/2014 - 05:11 Português
Poesia/Meditação o nó na garganta 0 1.121 03/28/2014 - 01:48 Português
Poesia/Amor vida insípida 0 1.507 03/27/2014 - 04:55 Português
Poesia/Erótico "para além da razão" 0 1.262 03/26/2014 - 03:16 Português
Poesia/Desilusão ler-me-ás ? 2 1.345 03/25/2014 - 05:06 Português
Poesia/Geral palavras 0 1.216 03/25/2014 - 05:01 Português
Poesia/Geral pensar 0 1.403 03/25/2014 - 03:08 Português
Poesia/Meditação ele há corações... 0 2.011 03/19/2014 - 04:13 Português
Poesia/Amor (especial) hoje 2 1.802 02/18/2014 - 04:25 Português