CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O-Homem-que-desenhava-sombrinhas-nas-estrelas

 

“O-homem-que-desenhava-sombrinhas-nas-estrelas”

 

 

Da maré-alta , até à primeira rua da cidade , restava uma meia-praia, faixa de meia-terra onde um homem-de-meia-idade , nos fins-de-meia-tarde, todos os fins-de-todas-as-tardes , se deitava esperando que o sol se findasse, tal uma clepsidra dourada em que a última partícula de areia era de verde-mar.

Verde-sal , era igualmente a primeira estrela na perspectiva do homem da meia-praia.

Nos miles-de-miles-de-milhões de asteriscos e a anos-luz do Homem, ele desenhava constelações, navios velas e dragões, cavalos-das-bruxas e as estrelas pequenininhas , eram vestidos de principescas vestais , nos ventos estelares em esvoaçares constantes.

Mas , o que o homem da maré-alta , gostava mais de gizar , eram sombrinhas de varetas largas , que cobriam todos os céus, sugeriam explosões de artifícios artefactos e traziam a felicidade beijada aos homens-de-boas-vontades , de todas, todas as cidades.

Fez-se velho, sempre-sempre no indiferente lugar de beira-mar, imaginava-se vagabundo , em espaços siderais , a-cavalo em estrelas cadentes , ensaiando epopeias cósmicas , em sistemas de duplos-sóis, planando mares-de-azoto,visitando seres-de-sílica ,estes também sonhavam no homem-das-sombrinhas de constelações alteradas .

Desenhava sombrinhas , de varetas multi-cores , derramadas num pano azul-negro-ouro que cobria toda a imaginação-humana de norte-a-sul .

Quando acabou de arquitectar, no espaço que restava da meia-praia,numa faixa-de-terra entre a maré-alta e a cidade,os asteriscos em Concílio elegeram-no por uníssono-e-aplauso-celeste , Estrela-do-Norte e astro fulcral da sombrinha-do-homem-dos-desenhos.

 


Jorge santos

Submited by

quinta-feira, janeiro 13, 2011 - 11:57

Prosas :

No votes yet

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 semanas 6 dias
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40650

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral A Morte não é Bem-Vinda ... 1 133 03/22/2020 - 16:33 Português
Ministério da Poesia/Geral O avesso do espelho... 5 64 03/01/2020 - 21:02 Português
Poesia/Geral O Amor é uma nação em risco, 0 84 03/01/2020 - 20:45 Português
Poesia/Geral A síndrome de Savanah 0 73 03/01/2020 - 20:26 Português
Ministério da Poesia/Geral O Estado da Dúvida 2 104 01/24/2020 - 21:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 0 164 01/08/2020 - 14:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 0 112 01/08/2020 - 13:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 0 92 01/08/2020 - 13:50 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 0 135 01/08/2020 - 12:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 0 90 01/08/2020 - 12:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 0 116 01/08/2020 - 12:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 0 100 01/08/2020 - 12:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 0 80 01/08/2020 - 12:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 0 127 01/08/2020 - 12:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 0 134 01/08/2020 - 11:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 0 130 01/08/2020 - 11:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 0 158 01/08/2020 - 11:32 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 0 77 01/08/2020 - 11:24 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 0 115 01/08/2020 - 11:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 0 120 01/08/2020 - 11:01 Português
Poesia/Geral Da significação aos sonhos ... 0 124 01/08/2020 - 10:54 Português
Poesia/Geral Deus Ex-Machina, “Anima Vili” ... 0 91 01/08/2020 - 10:44 Português
Poesia/Geral Feliz como poucos … 0 117 01/08/2020 - 10:32 Português
Ministério da Poesia/Geral As estrelas, os Estrôncios e os Sonhos. 39 915 11/28/2019 - 12:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Dreaming Of A Better World 122 442 11/10/2019 - 19:37 Português