ASSOCIAÇÃO DOS CRIADORES DE SACI DE BOTUCATU - (Homenagem)

O Pererê
As crianças cantavam numa inocência santa,
mas essa cantiga escondia um segredo: um mantra
que podia atrair pra roda um menino bagunceiro,
que levantava a poeira, quando surgia no terreiro.

Pererê, Pererê, onde está você?
Eu vim aqui só para te ver.
E prosseguiam cantando com veemência tanta,
que girando e pulando nessa roda que encanta,
não viam na brincadeira uma coisa bem funesta,
perigosa, irreal que pode acabar com a festa.

Então surgiu lá na porta, a vozinha muito braba.
O que vocês tão fazendo? É brincadeira “marvada”!
Não se chama o Pererê, ele não respeita ninguém,
ele só faz travessuras, não vale nem um vintém.

Pererê, Pererê, onde está você?
Eu vim aqui só para te ver.
Mas ninguém ouviu a vó, que já estava chateada.
Vamos parando com isso! Vão pra dentro garotada!
O saci já está na roda, chegou e tá brincando agora.
Vocês vão correr de medo, mais ele não vai embora.

Mas, para prender o Pererê, a vó sempre tem um jeito.
Ela pegou seu rosário, e fez um laço bem feito.
Na hora que levantou poeira, girando no remoinho;
ela, então, veio por detrás, jogou o laço de mansinho.

Pererê, Pererê, agora eu prendi você?
Eu não quero mais te ver.
Pererê tá preso no laço, a vó acertou na primeira.
Ele vai se safar dessa, na próxima brincadeira.
A criançada no quarto dorme um sono profundo.
O Pererê só cochila, vai logo estar solto no mundo.

jthamiel - Você já viu o Saci?
13.07.16
22:23h

Submited by

Thursday, July 14, 2016 - 02:31

Poesia :

No votes yet

J. Thamiel

J. Thamiel's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 4 hours 47 min ago
Joined: 05/02/2016
Posts:
Points: 3002

Add comment

Login to post comments

other contents of J. Thamiel

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/General ILUSÃO LETAL 0 715 01/15/2019 - 18:32 Portuguese
Poesia/Intervention AUTENTICIDADE 0 927 01/15/2019 - 17:00 Portuguese
Poesia/Intervention POEMA... PRA QUÊ? 0 784 01/14/2019 - 13:40 Portuguese
Poesia/General LEMBRANÇAS DE PIRACAIA 0 518 01/11/2019 - 15:43 Portuguese
Poesia/Dedicated 590 DEGRAUS - Acesso ao Cruzeiro de Piracaia 0 703 01/05/2019 - 14:51 Portuguese
Poesia/General SOBRE MIM, NÃO IRIA DIZER NADA 0 637 12/27/2018 - 17:45 Portuguese
Poesia/Love H E L O I S A 1 618 12/20/2018 - 16:32 Portuguese
Poesia/Fantasy SEMIDEUS 0 2.597 12/17/2018 - 11:41 Portuguese
Poesia/General M É R I T O 0 569 12/07/2018 - 11:54 Portuguese
Poesia/General CASTRO ALVES, O POETA INFANTE 0 923 11/30/2018 - 11:49 Portuguese
Poesia/Meditation REFLETINDO COM A GALINHA 0 1.293 11/29/2018 - 16:02 Portuguese
Poesia/General P R I S Ã O 3 1.310 11/25/2018 - 20:22 Portuguese
Poesia/Meditation A T R I L H A 0 1.811 11/23/2018 - 18:24 Portuguese
Poesia/General DESPEDIDA 2 719 11/20/2018 - 14:33 Portuguese
Poesia/General MADORNA 0 966 11/06/2018 - 13:22 Portuguese
Poesia/General FORMIGAS 2 1.365 10/29/2018 - 20:58 Portuguese
Poesia/Gothic O RITUAL NEGRO 0 1.025 10/18/2018 - 17:01 Portuguese
Poesia/General Ê X T A S E 0 865 10/18/2018 - 14:59 Portuguese
Poesia/Meditation QUASE CONTRITO 0 756 10/15/2018 - 14:19 Portuguese
Poesia/General Y EL TIEMPO PASÓ 0 740 09/26/2018 - 17:19 Portuguese
Poesia/General EL TIEMPO 0 1.247 09/26/2018 - 17:13 Spanish
Poesia/General NÃ0 ME SIGA 0 940 09/25/2018 - 20:06 Portuguese
Poesia/General ETERNIDADE PRA QUÊ? 0 667 09/17/2018 - 13:50 Portuguese
Poesia/General Y EL TIEMPO PASÓ 0 1.283 09/12/2018 - 13:26 Spanish
Poesia/General ONTEM FOI SEXTA-FEIRA 0 660 09/08/2018 - 14:02 Portuguese