CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A CONTABILIDADE E A VIDA

Aqui, jaz
alguém que já nada faz
nem, provavelmente,
fez alguma vez.
Na caixa que o encerra,
ficará até que a terra
o reduza à sua origem,
à sua expressão mais virgem.
Para ele,
o Deve e o Haver
já não têm Razão de ser.
Para muitos,
a Contabilidade
é uma necessidade,
uma afirmação da sua situação
na Vida.
O seu valor humano,
é directamente proporcional
ao valor do seu Capital.
É um conceito desumano.
mas é assim. Contudo,
esse valor não é tudo.
É nada!
É a tua essência mascarada.
É um cálculo, errado,
que te fará passar
à categoria de condenado
se nada tiveres.
A vida tem um valor
de dimensão maior
e mais profunda,
nesta sociedade moribunda.
Eu tento ignorar
estes valores mesquinhos,
em que abunda, Perversidade,
Corrupção e Traição.
Vida ...
é um coração que bate,
que vibra,
que agita,
que sente
um amor ausente,
que jamais estará presente.
Eu sei onde está o valor
de cada um de nós,
mesmo sem Contabilidade:
está no Amor,
pelos que sofrem.
Essa é que é a verdade!

Maria Letra
Maio de 1986

Submited by

terça-feira, novembro 20, 2012 - 16:25

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 31 semanas 9 horas
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2604

Comentários

imagem de Nuno Lago

A Contabilidade e a vida

Concordo contigo, Maria, em absoluto. A contabilidade é técnica racional, e a vida, para além de universo biológico tem a invenção do Amor, com a sua sentimentalidade e emocionalidade, e o que por essas vias nos chega, da tristeza à alegria, e sempre a beleza. Belo poema, com a tua Letra romântica.

Beijinhos do Nuno

imagem de Maria Letra

A CONTABILIDADE E A VIDA

Entre o regar dumas plantas, o bolo que está no forno, o telefonema da amiga que está muito mal e a beleza que a Vida tem e que insiste fazer-me recordar, estou eu, de coração nas mãos a tentar fazer dele qualquer coisa bem feita, mas não consigo. Agora parei e faço esta que também reclama resposta:
Obrigada pelo lindo comentário, Nuno. Continuarei tentando que o meu Haver dê para cobrir este Dever que deixa o meu Saldo um pouco "desfraldado" ao sabor dos ventos que sopram do lado contrário, i.e., o factor Tempo.
Um abraço amigo.
Maria Letra

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza O FLAGELO DA PERDA 1 299 06/17/2021 - 15:23 Português
Poesia/Geral NA MIRA DE GENTE FALSA 0 228 06/13/2021 - 20:41 Português
Poesia/Intervenção SOCIALIZAR_OU NÃO? 0 165 06/13/2021 - 20:36 Português
Poesia/Geral RENOVAÇÃO 0 375 05/27/2021 - 16:34 Português
Poesia/Intervenção AUTO DA SUBSERVIÊNCIA 0 281 05/25/2021 - 00:03 Português
Poesia/Soneto LUZ E DESAIRE 0 285 05/21/2021 - 17:32 Português
Poesia/Desilusão ESPECTRO DO QUE ME RESTA 0 362 05/06/2021 - 23:10 Português
Poesia/Soneto QUERIA SER POMBA COM ASAS DE ESTANHO 0 311 05/06/2021 - 21:29 Português
Poesia/Soneto DEIXA-ME VIVER! 2 462 04/27/2021 - 20:40 Português
Poesia/Tristeza MUITOS FORAM OS QUE PARTIRAM 0 404 04/25/2021 - 10:42 Português
Poesia/Intervenção REVOLUÇÃO 0 375 04/25/2021 - 08:39 Português
Poesia/Dedicado UM HINO À NOITE 0 392 04/22/2021 - 23:15 Português
Prosas/Outros A MINHA PERPECTIVA SOBRE ALGUMAS DAS DIFERENTES CLASSES SOCIAIS-COM A COLABORAÇÃO DE MIGUEL LETRA 0 456 04/13/2021 - 12:14 Português
Poesia/Meditação ESPERO_POR_TI_MADRUGADA 2 258 04/07/2021 - 20:34 Português
Poesia/Desilusão A NOVA PÁSCOA 0 267 04/04/2021 - 07:09 Português
Poesia/Geral O QUE SERIA DE MIM 0 281 03/28/2021 - 02:54 Português
Poesia/Soneto TEMPOS DE AFLIÇÃO 2 399 03/26/2021 - 23:34 Português
Poesia/Geral ESPERANDO PELA MARÉ ALTA 0 330 03/25/2021 - 23:45 Português
Poesia/Geral MULHER-ESCRITORA 0 276 03/25/2021 - 16:28 Português
Poesia/Tristeza RECOMEÇAR 0 296 03/25/2021 - 01:32 Português
Poesia/Desilusão O VAZIO DA MINHA ALMA 0 1.183 03/11/2021 - 12:51 inglês
Poesia/Geral O GRITO DO INDÍGENA 2 481 03/10/2021 - 21:31 Português
Poesia/Tristeza TERRAS DE DESAMOR 0 456 03/09/2021 - 21:04 Português
Poesia/Intervenção VIOLÊNCIA 0 291 03/09/2021 - 20:46 Português
Poesia/Geral A MULHER E O OBVERSO DO IRREVERSÍVEL 0 305 03/08/2021 - 21:30 Português