CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Desarma-te!

Desarma-te!
Baixa a guarda por uns instantes
E pensa que mais perturbante
É ancorares-te ao temor,
Que te envolve em dor maior
Do que aquela que teimas em escapar.

Olha as pedras desamparadas do chão que pisas!
Nem imaginas quem lhes crava as formas!
Podes pensar que se trata da erosão do tempo,
Mas eu digo-te que são também de gente.
Não importam os seus nomes,
Nem moradas ou detalhes,
São os humanos que realmente vivem
Quem lhes faz, graciosamente, tamanhas vontades!

Desarma-te,
Na insegurança de que te conheces
Melhor do que eu.
Na certeza inválida de que o teu zelo
Não é maior do que o meu!
Faz como as pedras calçadas;
Leva os humanos pelo teu trilho enviesado
Sem esqueceres que desfrutas mais
Do que permanecer prostrado!

Submited by

domingo, setembro 6, 2009 - 12:35

Poesia :

No votes yet

MartaBaptista

imagem de MartaBaptista
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 29 semanas
Membro desde: 07/05/2009
Conteúdos:
Pontos: 219

Comentários

imagem de FlaviaAssaife

Re: Desarma-te!

Que linda mensagem! Precisamos mesmo lembrar de nos desarmarmos e buscarmos sempre um caminho, uma luz, uma solução! Parabéns! :-)

imagem de MartaBaptista

Re: Desarma-te!

Obrigada Flávia pelas suas leituras e comentários sempre atentos.

Abraço,
Vitória

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MartaBaptista

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Perfil 591 0 620 11/24/2010 - 22:52 Português
Videos/Perfil 590 0 626 11/24/2010 - 22:52 Português
Fotos/ - 1411 0 1.155 11/24/2010 - 00:39 Português
Prosas/Outros Crónica incompleta: A linha do Douro 0 471 11/18/2010 - 23:51 Português
Poesia/Geral Eu sou feita também dos pássaros 5 497 03/18/2010 - 19:32 Português
Poesia/Geral Eu estou aqui! 3 398 03/18/2010 - 19:12 Português
Poesia/Geral A direcção do rio 5 370 03/14/2010 - 16:30 Português
Poesia/Geral O farol 3 423 03/09/2010 - 02:42 Português
Poesia/Geral O sonho 2 535 03/09/2010 - 02:37 Português
Poesia/Geral Atenta 4 532 11/07/2009 - 20:50 Português
Poesia/Geral As pedras 7 505 11/05/2009 - 22:08 Português
Poesia/Geral És estátua 11 417 10/30/2009 - 23:25 Português
Poesia/Geral A resposta 4 346 10/26/2009 - 00:50 Português
Poesia/Geral O meu maestro 9 457 10/25/2009 - 16:52 Português
Poesia/Geral A eternidade do tempo 7 500 10/24/2009 - 21:25 Português
Poesia/Geral Um Propósito 4 362 10/20/2009 - 20:01 Português
Poesia/Geral Paladar 11 485 10/19/2009 - 23:58 Português
Prosas/Outros Uma carta para alguém- 2º Momento 1 416 10/19/2009 - 04:25 Português
Poesia/Dedicado Dedicatória " O dessasombro" 7 600 10/18/2009 - 23:09 Português
Poesia/Geral Poeta sem talento 6 426 10/17/2009 - 13:22 Português
Poesia/Geral Hoje podia contar-te um segredo 8 412 10/16/2009 - 23:30 Português
Prosas/Outros Uma carta para alguém - 1º momento 1 462 10/16/2009 - 15:55 Português
Poesia/Geral A última viagem 3 491 10/16/2009 - 01:25 Português
Poesia/Geral Ainda perto do Farol 2 342 10/15/2009 - 17:43 Português
Poesia/Geral Não me culpes 3 472 10/15/2009 - 02:37 Português