CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

NA MIRA DE CAMAFEUS


NA MIRA DE CAMAFEUS

Minha mente não está calma…
Sinto um enorme vazio
no seu espaço, que é só meu,
onde quem manda…, sou eu!
Quero inventar a maneira
de abolir a hipocrisia.
Já virou epidemia.
Não quero enganar ninguém…
Sei o que sinto bem fundo...
Confundem-me as multidões
com grandes aspirações
e um ego assaz cinzento.
Eles, não dão nada em troca
dum sorriso. São gente oca.
Materialismo nojento,
em tanta gente comum.
Entre muitos outros males
condenáveis…, é mais um.
São aos milhões, perigosos,
gente sem qualquer valor,
com intuitos asquerosos,
e tanta falta de Amor.
Não conseguem disfarçar.
Em actos de caridade,
recheados de vaidade,
enchem o seu peito de ar…
e agradecem a Deus.
Mas que grandes camafeus!

Maria Letra
2014-02-10
Fotografia de Miguel Letra
 

Submited by

quinta-feira, fevereiro 20, 2014 - 13:04

Poesia :

No votes yet

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 semanas 5 dias
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2223

Comentários

imagem de Ana Martins

NA MIRA DE CAMAFEUS

"Mas que grandes camafeus" é mesmo a expressão correcta, Mizita!
Beijinho.

imagem de Maria Letra

Ne Mira de Camafeus

Não podia chamar um nome mais feio..., saiu este! A minha educação não mo permitiria... Obrigada, Ana. Bom domingo!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix SE TU AMAS A CRIANÇA 0 171 03/10/2019 - 12:34 Português
Poesia/Desilusão BASTA DE GENTE A MORRER 0 204 03/10/2019 - 12:27 Português
Poesia/Poetrix SOU CONTRA! 0 210 03/10/2019 - 12:10 Português
Poesia/Poetrix É TEMPO DE AGIR 0 179 03/08/2019 - 21:13 Português
Poesia/Geral SABER SPERIOR 0 227 03/08/2019 - 20:09 Português
Poesia/Geral MULHR_VOCÊ_É_DIVINA! 0 150 03/08/2019 - 19:32 Português
Poesia/Geral PARA ALÉM DO SUPORTÁVEL 0 201 02/27/2019 - 22:37 Português
Críticas/Outros BAILE DE MÁSCARAS PERMANENTE 0 164 02/26/2019 - 00:35 Português
Poesia/Poetrix PRAGA DE CHACAIS 0 188 02/26/2019 - 00:20 Português
Poesia/Soneto TERMOS ESTRAMBÓTICOS 0 167 02/24/2019 - 11:14 Português
Poesia/Soneto VALES PELO QUE TENS 0 196 02/24/2019 - 11:07 Português
Poesia/Geral VOOS ALTOS 0 232 02/24/2019 - 10:53 Português
Poesia/Meditação SEGUIREI... 0 326 12/31/2018 - 11:46 Português
Poesia/Amor TU VIVI IN ME - (Revizione della traduzione: Carla Ghezzo) 0 297 12/28/2018 - 16:22 Português
Poesia/Poetrix QUE FUTURO? 0 294 12/16/2018 - 06:14 Português
Poesia/Intervenção O QUE QUERO ESTE NATAL 0 357 12/15/2018 - 23:12 Português
Poesia/Intervenção QUERIA O NATAL ASSIM 0 293 12/15/2018 - 08:44 Português
Poesia/Geral CORAGEM DE SER 0 302 12/15/2018 - 08:39 Português
Poesia/Geral EXEMPLO DE UM TAUTOGRAMA 0 524 12/10/2018 - 22:39 Português
Poesia/Meditação O ALÉM E EU 0 235 12/10/2018 - 19:24 Português
Poesia/Geral NATUREZA EU TE VENERO 0 310 12/10/2018 - 17:49 Português
Poesia/Meditação LUTA CONTRA O TEMPO 0 300 12/03/2018 - 23:12 Português
Poesia/Poetrix PUNIÇÃO POR TRAIÇÃO... 0 332 11/30/2018 - 18:13 Português
Poesia/Poetrix UNIÃO PERFEITA 0 426 11/30/2018 - 17:43 Português
Poesia/Soneto DEIXA-ME VIVER, Ó VIDA! 0 257 11/30/2018 - 15:54 Português