CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nas distâncias os ecos de outras palavras,


Os julgadores têm sempre
uma lança afiada, desconfiada
voltada de dentro para dentro
no espelho onde se encontram!

Observam os actos
nas medidas sentidas,
medidas dos seus trapos…
Estendem os dados
com as mãos guarnecidas do âmago!

Pulsam as armas
que sabem manusear,
cegam os olhos com as ilusões
que sabem contar…

Julgam que sabem!

Sabem julgar
as conjunturas em que vivem
nos gestos com a mão
que não sabem emprestar!

Contam contas
de um rosário de perjuros
a luz que vestem
só para se transformarem
nesses julgadores em bem querer…

Sei-lhes o cheiro
nas distâncias os ecos de outras palavras,
os julgamentos que os vi julgar
nas sombras
encontro o espelho,
o reflexo verdadeiro
que nem a luz os faz brilhar…

Neste devaneio
até julguei que sabia julgar
mas enganei-me,
soube quando aprendi
a sentir esse olhar…

Submited by

sábado, janeiro 1, 2011 - 22:27

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 12 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Densidade do olhar 2 1.330 03/15/2018 - 09:38 Português
Poesia/Amor Contigo aprendi a sonhar 2 1.350 03/15/2018 - 09:37 Português
Poesia/Meditação Onde as nuvens pousam 1 832 11/07/2015 - 11:14 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 1.062 12/22/2012 - 20:02 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.405 12/20/2012 - 02:10 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 936 10/08/2012 - 06:36 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.629 07/21/2012 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Os vales da realidade 3 839 07/09/2012 - 08:10 Português
Poesia/Meditação Um oásis que flutua 0 537 06/25/2012 - 16:33 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 1.132 06/24/2012 - 12:16 Português
Poesia/Meditação Num grito estagnado 1 1.115 06/21/2012 - 18:21 Português
Poesia/Amizade Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.111 06/20/2012 - 20:54 Português
Poesia/Meditação Cadências cálidas 1 923 06/14/2012 - 10:10 Português
Poesia/Meditação Esquina da palavra 1 1.626 06/13/2012 - 08:40 Português
Poesia/Intervenção Pura ilusão cega 3 1.032 04/15/2012 - 17:35 Português
Poesia/Meditação Esquina de cada utopia 1 1.227 01/06/2012 - 17:32 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.600 12/31/2011 - 01:49 Português
Poesia/Meditação Mar de nada 1 1.291 12/11/2011 - 19:44 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.293 12/04/2011 - 22:41 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.166 11/30/2011 - 22:23 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 1.040 11/29/2011 - 21:06 Português
Poesia/Amor Amor entre poetas 2 2.206 10/20/2011 - 13:08 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.592 09/23/2011 - 05:35 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.937 09/22/2011 - 03:49 Português
Poesia/Meditação EXCERTOS DA ALMA 1 1.703 09/19/2011 - 15:25 Português