CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Peixe Palhaço

Num aquário de vidro baço,
Abandonado pelo esquecimento.
Nadava um peixe palhaço,
Apavorado pelo tempo.

Tempo que a ele não pertencia,
Apenas acomodado ao seu espaço.
Imaginava o mundo em que vivia,
Através daquele vidro baço.

Suspeitando alguma razão de ser,
Procurava uma saída.
Desejando o sentido viver...
No fundo procurava a sua vida.

Solitário de todo o sempre,
Sem nunca ter visto uma palhaça,
Um palhaço que devia ser contente,
Não se achava com muita graça.

Com voltas e mais voltas,
No ciclo do seu mundo
Questionou-se pelas respostas,
Levando as questões, um pouco mais a fundo.

Porque não via o mundo em redor
E sentindo-se aprisionado,
Deixou de ser um rodopiador,
E foi de frente contra o vidro embaçado.

Sem saber qual o resultado,
Pensou que teria mais sensatez
Não fazer aquilo a que era obrigado,
E foi contra o vidro mais uma vez.

E outra e outra sem se fartar.
(Porque vontade era o que ele tinha)
Viu que a sua jaula se estava a quebrar.
E deu-lhe com mais força ainda.

Com a sua cabeça machucada,
Bafejando pelo esforço.
Deu uma ultima cabeçada,
Quebrando todo aquele fosso.

Saltando para a liberdade,
Entre gotas de agua e vidros espalhados pelo ar.
Descobriu o que era a felicidade,
E que fora de agua não sabia respirar.

Aproveitou todos os segundos que conseguiu,
Olhando para tudo o que desconhecia.
Caiu no chão e sorriu,
Morreu um peixe palhaço... mas cheio de alegria.

Submited by

segunda-feira, agosto 8, 2011 - 13:02

Poesia :

No votes yet

nydomizuki

imagem de nydomizuki
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 8 semanas
Membro desde: 08/08/2011
Conteúdos:
Pontos: 69

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of nydomizuki

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Gótico Os Contos de Joana Morta - O tal dia 3 627 08/10/2011 - 23:30 Português
Prosas/Contos Varmmore 0 470 08/08/2011 - 21:07 Português
Prosas/Contos Batem à Porta 0 499 08/08/2011 - 19:27 Português
Poesia/Gótico Coelhinho, Coelhinho 0 636 08/08/2011 - 19:04 Português
Poesia/Alegria Cegueta 0 566 08/08/2011 - 19:00 Português
Poesia/Amor Rapaz de Pedra 0 533 08/08/2011 - 18:58 Português
Poesia/Pensamentos Bater de trombas 0 544 08/08/2011 - 18:55 Português
Poesia/Gótico Os Contos de Joana Morta - Um pequeno Passeio (Parte II) 0 509 08/08/2011 - 18:42 Português
Poesia/Gótico Os Contos de Joana Morta - Um pequeno Passeio (Parte I) 0 458 08/08/2011 - 18:41 Português
Poesia/Gótico Os Contos de Joana Morta - A Flor 0 532 08/08/2011 - 18:40 Português
Poesia/Gótico Os Contos de Joana Morta - Joana Morta 0 516 08/08/2011 - 18:39 Português
Poesia/Gótico Os Contos de Joana Morta - O Primeiro passo para a liberdade 0 586 08/08/2011 - 17:35 Português
Poesia/Alegria Peixe Palhaço 0 1.247 08/08/2011 - 13:02 Português
Poesia/Gótico Os Contos de Joana Morta - O Acrodar 0 452 08/08/2011 - 12:58 Português