CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Virgem metal

Pinturas nas paredes e um quarto afundado
Assim nasceu o não na cria do sim
O metal virgem frenético pelo tombo do sexo

Saber sofrer saber amar ou tocar
Ter medo do toque
Amedrontar quem quer tocar
Apego ou carinho

Odiar o mundo é ser odiado esfolado vivo
Enforcado num campo repleto de árvores humanas
Nem com os cílios
Nem com a alma sutil
Sacudir a cabeça à dúvida
Dentro do som no carpir auditivo

Às vezes ao invés
Ao invés ás vezes
Levar o tom ao dom
O dom ao tom
Pescoços envergados como arco que atira um nariz preso ao rosto à face,
O gole murmura vontade de secar e de saciar-te

Encolher e vestir o escuro do embaixo da cama,
Ser e existir o canto obtuso da fria parede
No escudo que calça e protege as costas.

Submited by

terça-feira, dezembro 15, 2009 - 19:21

Ministério da Poesia :

No votes yet

Alcantra

imagem de Alcantra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 3 semanas
Membro desde: 04/14/2009
Conteúdos:
Pontos: 1563

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Alcantra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Ode ao ego 0 847 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Selo de poesia 0 495 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Lua do Sul 0 965 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Piso espelho 0 794 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Captura 0 1.272 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Lábios às costas 0 757 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Tume(facto) 0 633 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Brilhância do meio dia 0 1.081 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Emulação da candura 0 853 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Outro 0 924 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Dor de rapariga 0 822 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Rubra Janela da tarde 0 496 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Chão em chamas 0 1.112 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Água Purpurina 0 879 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Num bar 0 1.143 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Seta esquiva 0 725 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Uma noite na morte 0 881 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Fios cerebrais 0 790 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem meios tons 0 758 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Rios do norte 0 546 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Vírgula et cetera 0 514 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Novo eco 0 589 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Pés em fuga 0 699 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Impressões 0 734 11/19/2010 - 18:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Ossos nossos 0 906 11/19/2010 - 18:08 Português