MEU CAMINHO DE CRISTAL


Meus Caminhos de Cristal,
percorro com ambições,
lado-a-lado com camelos,
águias, mochos, camaleões.
Por vezes lhes faço frente,
outras há que os ignoro.
Depende do que consente,
a minha vida, que adoro.
Aos camelos tiro espaço;
às águias apalpo o pulso;
aos mochos abro um abraço
e os camaleões …, expulso!
Neste caminhar que mudo,
porque a vida mo consente …,
tenho encontrado de tudo,
e tanto que me atormente.
Vejo males noutros caminhos
muito piores do que os meus.
Bichos preversos, daninhos,
‘avis raras’, camafeus.
Magoa fundo esta dor
de ver o velho e a criança,
sem defesa e sem amor,
morrer de desesperança.
E não se iludam aqueles
Que pensam remediar
erros velhos, quando neles,
há vícios de aos céus bradar.
Não se cancela num dia,
condutas velhas, caducas,
e o remendo só adia,
a regra que nos educa.
É preciso fazer mais.
Defenderei, com fervor,
actuações globais
em prol dum mundo melhor.

Maria Letra
2011-05-03

Submited by

Martes, Noviembre 20, 2012 - 17:35

Poesia :

Su voto: Nada (3 votos)

Maria Letra

Imagen de Maria Letra
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 1 día 18 mins
Integró: 11/20/2012
Posts:
Points: 2218

Comentarios

Imagen de Maria Letra

MEU CAMINHO DE CRISTAL

Bom dia, poeta Nuno Lago. Obrigada pelo seu comentário.
Eu estou, ainda, um pouco às 'apalpadelas' no site, mas irei lá chegar... É uma questão de tempo...
Estou sempre na minha página, mas diz-me que a página que procurava não foi encontrada ... rsrsrs.
Abraço.
Maria

Imagen de Nuno Lago

MEU CAMINHO DE CRISTAL

Bravo, Poeta! "A minha vida, que adoro." Um sentir que dá prazer. Bonito poetar!
Abraço
Nuno

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Maria Letra

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Prosas/Otros LENTAMENTE... MUITO LENTAMENTE... 2 3.033 12/07/2019 - 20:01 Portuguese
Poesia/Poetrix SE TU AMAS A CRIANÇA 0 598 03/10/2019 - 11:34 Portuguese
Poesia/Desilusión BASTA DE GENTE A MORRER 0 451 03/10/2019 - 11:27 Portuguese
Poesia/Poetrix SOU CONTRA! 0 617 03/10/2019 - 11:10 Portuguese
Poesia/Poetrix É TEMPO DE AGIR 0 1.223 03/08/2019 - 20:13 Portuguese
Poesia/General SABER SPERIOR 0 491 03/08/2019 - 19:09 Portuguese
Poesia/General MULHR_VOCÊ_É_DIVINA! 0 393 03/08/2019 - 18:32 Portuguese
Poesia/General PARA ALÉM DO SUPORTÁVEL 0 496 02/27/2019 - 21:37 Portuguese
Críticas/Varios BAILE DE MÁSCARAS PERMANENTE 0 949 02/25/2019 - 23:35 Portuguese
Poesia/Poetrix PRAGA DE CHACAIS 0 511 02/25/2019 - 23:20 Portuguese
Poesia/Soneto TERMOS ESTRAMBÓTICOS 0 829 02/24/2019 - 10:14 Portuguese
Poesia/Soneto VALES PELO QUE TENS 0 569 02/24/2019 - 10:07 Portuguese
Poesia/General VOOS ALTOS 0 715 02/24/2019 - 09:53 Portuguese
Poesia/Meditación SEGUIREI... 0 1.378 12/31/2018 - 10:46 Portuguese
Poesia/Amor TU VIVI IN ME - (Revizione della traduzione: Carla Ghezzo) 0 717 12/28/2018 - 15:22 Portuguese
Poesia/Poetrix QUE FUTURO? 0 700 12/16/2018 - 05:14 Portuguese
Poesia/Intervención O QUE QUERO ESTE NATAL 0 801 12/15/2018 - 22:12 Portuguese
Poesia/Intervención QUERIA O NATAL ASSIM 0 662 12/15/2018 - 07:44 Portuguese
Poesia/General CORAGEM DE SER 0 650 12/15/2018 - 07:39 Portuguese
Poesia/General EXEMPLO DE UM TAUTOGRAMA 0 1.082 12/10/2018 - 21:39 Portuguese
Poesia/Meditación O ALÉM E EU 0 758 12/10/2018 - 18:24 Portuguese
Poesia/General NATUREZA EU TE VENERO 0 1.243 12/10/2018 - 16:49 Portuguese
Poesia/Meditación LUTA CONTRA O TEMPO 0 612 12/03/2018 - 22:12 Portuguese
Poesia/Poetrix PUNIÇÃO POR TRAIÇÃO... 0 975 11/30/2018 - 17:13 Portuguese
Poesia/Poetrix UNIÃO PERFEITA 0 871 11/30/2018 - 16:43 Portuguese