CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Do que tenho dito …

Do que tenho dito …

Assim não é viver,
Como girassóis desfiando
O Sol desd’o começo ao início,
Até não haver mais postiço céu
Ou horizonte branco cor d’visco,

Assim não é viver,
Mistura chão de terra
Com desejo e esperança desfraldada
Mas banal, aliança absoluta
Humana de facto, desperdício

Ter do que os outros têm
Tido, o mesmo suposto
Inútil, o fútil vulgar vício fictício,
O incontido, o mestiço pensamento
D’ametade, do que tenho dito …

“Sem contar da’verdade”,
Duvido dos rins, do fígado
E, como vinha dizendo
Do umbigo que me alberga
Não totalmente, mas “en’parte”.

Viver não é visto como a natureza
Das coisas violentas, terríveis
Mas do seu lado atraente e belo
De paixões emotivas, medidas
Do quadril à garganta.

Joel Matos (Dezembro 2022)

http://joel-matos.blogspot.com
https://namastibet.wordpress.com

Submited by

sexta-feira, novembro 24, 2023 - 09:09

Ministério da Poesia :

No votes yet

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 dias 15 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 41974

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Por onde passo não há s’trada. 30 159 02/18/2024 - 20:21 Português
Poesia/Geral Sonhei-me sonhando, 17 162 02/12/2024 - 16:06 Português
Ministério da Poesia/Geral A alegria que eu tinha 23 167 12/11/2023 - 20:29 Português
Ministério da Poesia/Geral Notas de um velho nojento 7 196 12/06/2023 - 21:30 Português
Ministério da Poesia/Geral (Creio apenas no que sinto) 17 114 12/02/2023 - 10:12 Português
Ministério da Poesia/Geral Vamos falar de mapas 15 287 11/30/2023 - 11:20 Português
Ministério da Poesia/Geral São como nossas as lágrimas 9 224 11/28/2023 - 11:11 Português
Poesia/Geral Entrego-me a quem eu era, 28 316 11/28/2023 - 10:47 Português
Ministério da Poesia/Geral O Homem é um animal “púbico” 11 183 11/26/2023 - 18:59 Português
Ministério da Poesia/Geral A essência do uso é o abuso, 1 325 11/25/2023 - 11:02 Português
Ministério da Poesia/Geral Insha’Allah 2 173 11/24/2023 - 12:43 Português
Ministério da Poesia/Geral No meu espírito chove sempre, 12 202 11/24/2023 - 12:42 Português
Ministério da Poesia/Geral Os destinos mil de mim mesmo. 21 213 11/24/2023 - 12:42 Português
Poesia/Geral “Daqui-a-nada” 20 723 11/24/2023 - 11:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Cada passo que dou 0 301 11/24/2023 - 09:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Quem sou … 0 258 11/24/2023 - 09:26 Português
Ministério da Poesia/Geral Ricardo Reis 0 68 11/24/2023 - 09:24 Português
Ministério da Poesia/Geral A dança continua 0 201 11/24/2023 - 09:23 Português
Ministério da Poesia/Geral A importância de estar … 0 104 11/24/2023 - 09:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Se eu fosse eu 0 101 11/24/2023 - 09:15 Português
Ministério da Poesia/Geral Má Casta 0 220 11/24/2023 - 09:14 Português
Ministério da Poesia/Geral Neruda Passáro 0 147 11/24/2023 - 09:12 Português
Ministério da Poesia/Geral Pouco sei, pouco faço 0 87 11/24/2023 - 09:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Do que tenho dito … 0 213 11/24/2023 - 09:09 Português
Ministério da Poesia/Geral Com’um grito 0 116 11/24/2023 - 09:08 Português