CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Eu erro o ar que meto…

Eu erro o ar que meto plo osso do nariz,
O mero deitar-me com o que fiz
E levantar-me com o “se nada
Fosse”, como se tivesse eu perdido

Todos os fios das madrugadas, o frio ar
Que não respiro nem lembro se,
E começo de resto zero outra vez,
Sou feliz pouco por isso, não lembro

O que perco e porque morro da fala
Todos os dias um pouco, fosse
Por medo de errar o que da sorte
Se diz e o esquecimento que me

Cobrirá, do que a terra molde
Em acerto e normalidade
Eu erraria o ar que respiro menos, forço
O fazer falsa parte daqueles

Que vêm simples, os símbolos de ver
Dos olhos cansados da Terra
E o que nela ocupam na largura,
Do peito ao dorso, esse não tão oco

Como meu, que o ouço não respirar,
Eu erro o ar que meto plo osso do nariz,
No meio da boca torta,(um pouco)..

Jorge Santos (01/2017)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 16:01

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 1 dia
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 11333

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

E o que nele ocupo na largura, do peito ao poço

E o que nele ocupo na largura, do peito ao poço

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Gostaria de ter um Cadillac novo, 20 316 12/07/2018 - 17:04 Português
Poesia/Geral Sonho d'Midas ... 21 336 12/07/2018 - 17:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Que será da nossa viúva sombra, 20 204 12/07/2018 - 17:01 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem casas não haveriam ruas ... 17 267 12/03/2018 - 16:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Temo as sombras e o burburinho … 21 268 12/03/2018 - 16:53 Português
Poesia/Geral Último Poema 21 1.244 12/03/2018 - 16:51 Português
Poesia/Geral (1820) 23 396 12/03/2018 - 16:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Convenço, convencei, convençai… 21 311 12/03/2018 - 16:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Cansei. 25 373 12/03/2018 - 16:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou tudo aquilo por onde me perco… 29 208 12/03/2018 - 16:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Colossal o Oceano, 15 243 12/03/2018 - 16:44 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha alma é um lego 14 276 12/03/2018 - 16:44 Português
Ministério da Poesia/Geral V de Vitória - Revolução - 14 271 12/03/2018 - 16:43 Português
Ministério da Poesia/Geral O Gebo e o Sonho. 11 226 12/03/2018 - 16:42 Português
Ministério da Poesia/Geral "Je ne dis rien, tu m'écoutes" 13 339 12/03/2018 - 16:42 Português
Ministério da Poesia/Geral À dimensão do horto … 12 220 12/03/2018 - 16:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Ridículo q.b. 16 385 12/03/2018 - 16:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Sofro por não ter falta , 14 270 12/03/2018 - 16:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Calmo 30 256 12/03/2018 - 12:04 Português
Poesia/Geral (Vive la France) 39 402 12/03/2018 - 12:00 Português
Ministério da Poesia/Geral O Cavaleiro da Dinamarca. 23 254 12/03/2018 - 11:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Frágil 30 365 12/03/2018 - 11:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Qual viagem… 29 246 12/03/2018 - 11:26 Português
Ministério da Poesia/Geral Posso soltar as asas… 24 275 12/03/2018 - 11:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Por amor ao meu país… 44 308 12/03/2018 - 10:55 Português