CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

L’âme de Mohammed / The soul of Mohammed

No começo do universo havia o vazio
o que havia antes nem eu sei
embora em cheio a imaginação
coloque um universo gigante
no coração enorme da gente

no começo o universo era frio e o caos
feio como breu mas eu e tu toda a gente
veio aquece-lo e o frio feio
passou a quente e muito quente
no começo até eu era, mas agora…
agora não sou tão feio sou gente

de nada serve a arte com censura
porque transforma em ração sem casca
a alma da gente e num existir inutil
do querer semelhante a clausura
e em coisa baça sem asas sem casta

de nada serve uma tesoura (minha)
sem o vosso cabelo a crescer
a ilusão de conseguir um dia
fazer um mundo melhor imprevisto
através de tentativa e fracasso

de nada serve um corte sem alma
mas cortar a alma nos faz fortes
se for por uma ideologia uma arte
por um esforço por uma vitoria
de nada serve uma fonte sem agua

uma promessa de sermos mais fortes
que castelos e ameias de verdade
mais fortes que trol\’s e montes em Marte
olimpus e mesmo que caixas fortes
de nada serve o horizonte sem o olhar

de nada serve a censura na arte
senão pra esta ficar pobre e triste
tão ou mais que a triste morte
de nada serve guardar a alma na gaveta
segura escura

do censurador no escuro e no pó
de nada serve um cofre sem alma
mas uma alma só pode abrir um cofre
e semear o mundo de razões e bravura
se tiver um brilho no olhar e um trilho na voz

Talvez um dia,prometo eu ..

Joel matos (01/2105)

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 17:28

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Online
Título: Membro
Última vez online: há 1 hora 26 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 33860

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

no começo até eu era, mas agora…

no começo até eu era, mas agora…

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Posso soltar as asas… 330 408 04/14/2019 - 19:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Frágil 353 420 04/14/2019 - 19:53 Português
Ministério da Poesia/Geral O Cavaleiro da Dinamarca. 780 320 04/14/2019 - 19:52 Português
Poesia/Geral (Vive la France) 465 442 04/14/2019 - 19:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Calmo 332 601 04/14/2019 - 19:46 Português
Poesia/Geral A ilusão do Salmão ... 544 569 04/14/2019 - 19:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Sofro por não ter falta , 612 862 04/13/2019 - 11:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Ridículo q.b. 509 806 04/12/2019 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Geral À dimensão do horto … 347 292 04/11/2019 - 09:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Trago em mim dentro 771 363 04/10/2019 - 10:53 Português
Poesia/Geral Último Poema 435 1.594 04/10/2019 - 10:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Colossal o Oceano, 434 442 04/10/2019 - 10:49 Português
Ministério da Poesia/Geral O Gebo e o Sonho. 404 655 04/10/2019 - 10:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Convenço, convencei, convençai… 491 529 04/09/2019 - 12:00 Português
Poesia/Geral Certidão de procedência 406 453 04/09/2019 - 11:58 Português
Poesia/Geral - Papoila é nome de guerra - 359 257 04/09/2019 - 11:56 Português
Poesia/Geral Como terra me quero, descalço e baixo ... 480 532 04/09/2019 - 11:52 Português
Poesia/Geral O erro de Descartes 479 561 04/09/2019 - 11:49 Português
Ministério da Poesia/Geral V de Vitória - Revolução - 537 1.048 04/03/2019 - 16:43 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha alma é um lego 506 1.048 03/30/2019 - 17:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou tudo aquilo por onde me perco… 420 1.051 03/30/2019 - 17:17 Português
Poesia/Geral (1820) 305 1.041 03/30/2019 - 17:14 Português
Ministério da Poesia/Geral "Je ne dis rien, tu m'écoutes" 468 1.027 03/30/2019 - 17:13 Português
Ministério da Poesia/Geral Cansei. 346 1.102 03/30/2019 - 17:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Temo as sombras e o burburinho … 352 644 03/30/2019 - 17:08 Português