CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ...

Ladram cães à distância,
Mato o "Por-Matar" ...

Ladro de cães à distância e uma vela acesa,
Inúteis mecenas que despertam o ardor
Da cria que me habita e cuido e velo, grito
Pois creio, ser eu lobo, mais lúcido que ouro

E que alguma vez fui e o desejo me acena,
- Oh, como desejo a caça grossa, arguta,
E não capoeira onde jazz ovelho mal morto
E a tesão que dá matar o "Por Matar", o manto

Sinto-o ter da morte aqui e ao lado, esgoto
Do veio da vida, enquanto este é cenário
Lívido da morte, encoberto, invisível corre
Do prado pra moita certa, boca de sena

Cega à navalha, eu superior e ela presa,
E os cães ladrando "à tona", à distância
De uma vala e uma vela se apagando,
Morte certeira, noite encenada, navalha

De barba, mato o "Por Matar", degolado
Como manda o código da Ordem, Barbeiro
O som da morte a quebrar, inesquecível
E tão pouco curável quanto a reles loucura,

Ladro de cães à distância e a gamela e os
Restos no prado do despojo, no restolho ruivo
Suplicado em vermelho sangue, de guerreiro
Meu credo pois o creio meu uivo, o do lobo

E ao uivar ao céu agradeço à Deusa Maga
E a Belenus quando irrompe, consagrando
O dia Basco do Druida Lobo, a meu mando
Age o fogo que consome os montes, o dom...

O dou aos amantes, eu me elevo, assombro
E mito nas palavras que me velam, devotas
E por revelar, envolto em mistério e morte,
E por matar me vou, leve e em voo de bruxo

Mago...

Joel Matos 01/2020
Http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, janeiro 8, 2020 - 11:45

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 3 dias
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 41411

Comentários

imagem de Joel

Obrigado pela leitura e pelos momentos em que partilho

Obrigado pela leitura e pelos momentos em que partilho

imagem de Joel

Obrigado pela leitura e pelos momentos em que partilho

Obrigado pela leitura e pelos momentos em que partilho

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Feliz como poucos … 3 827 03/24/2022 - 13:15 Português
Poesia/Geral Nada, fora o novo ... 17 152 03/19/2022 - 21:01 Português
Poesia/Geral A tenaz negação do eu, 8 484 03/19/2022 - 20:58 Português
Poesia/Geral Nunca tive facilidade de 29 167 03/11/2022 - 18:20 Português
Poesia/Geral Tudo em mim, 13 178 02/25/2022 - 18:40 Português
Poesia/Geral E eu deixei meus olhos 12 191 02/25/2022 - 18:40 Português
Poesia/Geral Meu instinto é dado pelos dedos mindinhos 22 199 02/25/2022 - 18:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem nada … 17 762 02/19/2022 - 16:18 Português
Poesia/Geral Até que mais seja 33 220 02/17/2022 - 11:28 Português
Poesia/Geral Send'a própria imagem minha, Continuo'a ser eu ess’outro … 18 164 01/21/2022 - 19:07 Português
Poesia/Geral Perfeitos no amor e no pranto … 46 193 01/20/2022 - 23:04 Português
Ministério da Poesia/Geral O facto de respirar … 43 379 01/19/2022 - 21:36 Português
Poesia/Geral Não me substituam a realidade 36 155 01/15/2022 - 10:31 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou tudo quanto dou e devo ... 18 299 01/04/2022 - 19:16 Português
Poesia/Geral Cada um de todos nós é todo'mundo, 31 364 12/11/2021 - 21:10 Português
Poesia/Geral Sou minha própria imagem, 2 515 07/01/2021 - 12:50 Português
Poesia/Geral Há um vão à minha espera 2 473 07/01/2021 - 12:50 Português
Poesia/Geral leve 4 2.243 06/28/2021 - 15:39 Português
Poesia/Geral Deus Ex-Machina, “Anima Vili” ... 1 1.083 06/24/2021 - 11:38 Português
Poesia/Geral Da significação aos sonhos ... 1 959 06/22/2021 - 10:01 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 1 978 06/21/2021 - 16:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 1 1.426 06/21/2021 - 16:26 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 1 1.357 06/21/2021 - 16:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 1 1.093 06/21/2021 - 16:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 1 928 06/21/2021 - 16:25 Português