CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O ESPETÁCULO DA VIDA

A vida como espetáculo a apresentar
Nosso viver é o figurante
O mundo como a platéia a admirar
Em aplausos ou vaias constantes
Nosso papel é viver e sempre brilhar
Quantos a espera da nossa apresentação
De alguma forma demonstrar
Seja ela qual for a emoção
Astros do viver em cena
Seja romance terror comédia ou humor
Mostrar à platéia a alma que não é pequena
Surjam do universo aplausos em favor
Vida espetáculo em ação
Todos precisam nele brilhar
Mostrem-se em sorrisos, lágrimas e emoção
De algum ângulo alguém a olhar
Platéia mundo que é tão sincera
Em críticas ou aplausos nos manifesta
Brilha vida a imensidão de fãs a espera
Cada minuto da vida é uma festa
Brilhe nas telas palcos espetáculos do viver
Vem de algum jeito e se apresenta
A platéia em pés vai receber
Depressa desta sensação experimenta
Sai deste seu mundo solitário
E verás que não é rejeitado
Brilho mostre sempre o contrário
Em aplausos seu viver é elogiado
Sua vida da personagem é o sucesso
Seu preço muito mais que toda a fama
Sua vida feliz é o progresso
Há uma platéia no aguardo que lhe ama
 

Submited by

quinta-feira, fevereiro 24, 2011 - 20:34

Ministério da Poesia :

No votes yet

VERGINIA CARDOSO

imagem de VERGINIA CARDOSO
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 11 anos 27 semanas
Membro desde: 02/19/2011
Conteúdos:
Pontos: 143

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of VERGINIA CARDOSO

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Amor NO JARDIM DOS SENTIMENTOS 0 827 03/01/2011 - 20:29 Português
Ministério da Poesia/Geral SERIA APENAS UM BONECO DE BARRO 0 759 02/26/2011 - 17:36 Português
Ministério da Poesia/Geral CHEGARÁ À PRÓXIMA ESTAÇÃO 0 580 02/25/2011 - 23:22 Português
Ministério da Poesia/Amor CHOVE CHUVA DE AMOR 0 1.264 02/25/2011 - 22:00 Português
Poesia/Geral NUMA NOITE DE LUAR 3 879 02/25/2011 - 21:55 Português
Poesia/Geral Um amarelo no infinito 1 710 02/24/2011 - 23:37 Português
Ministério da Poesia/Amor AMAR FAZ BEM 0 720 02/24/2011 - 20:43 Português
Ministério da Poesia/Geral EM MEIO AO TEMPORAL 0 837 02/24/2011 - 20:38 Português
Ministério da Poesia/Geral O ESPETÁCULO DA VIDA 0 603 02/24/2011 - 20:34 Português
Ministério da Poesia/Geral AO DEPARAR COM MEU PRÓPRIO EU 0 586 02/24/2011 - 20:22 Português
Ministério da Poesia/Fantasia O UNIVERSO POÉTICO 0 611 02/24/2011 - 19:41 Português
Ministério da Poesia/Geral UM PEQUENO CRISTAL 0 621 02/23/2011 - 22:37 Português
Ministério da Poesia/Geral A VIDA EM PÁGINAS 0 714 02/23/2011 - 22:32 Português
Ministério da Poesia/Amor AMOR DO TAMANHO DO UNIVERSO 0 864 02/23/2011 - 20:37 Português
Ministério da Poesia/Geral A DESGRAÇA DA CACHAÇA 0 768 02/23/2011 - 20:34 Português
Ministério da Poesia/Geral ANTES QUE EU VÁ 0 527 02/23/2011 - 20:31 Português
Ministério da Poesia/Geral A BEIRA DO CAMINHO 0 652 02/23/2011 - 20:25 Português
Ministério da Poesia/Geral QUERIA APENAS LHE CHAMAR DE PAI 0 633 02/23/2011 - 20:22 Português
Ministério da Poesia/Geral QUEM É AQUELE MENINO 0 746 02/22/2011 - 17:35 Português
Ministério da Poesia/Geral ACORDA-TE PARA AVIDA 0 1.034 02/22/2011 - 14:17 Português
Ministério da Poesia/Amor NAS TELAS DO CORAÇÃO 0 556 02/22/2011 - 14:08 Português
Ministério da Poesia/Amor NAS TELAS DO CORAÇÃO 0 636 02/22/2011 - 14:08 Português
Ministério da Poesia/Geral NA PASSARELA DA VIDA 0 800 02/21/2011 - 20:04 Português
Ministério da Poesia/Amor AMOR A MEDIDA CERTA AO CORAÇÃO 0 791 02/21/2011 - 19:57 Português
Ministério da Poesia/Geral MATEMÁTICA DE DEUS 0 665 02/21/2011 - 18:58 Português