CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sem ser me são, não sendo…

O meu mote é d’eu vir vindo, mudo
Ao longo desta vida toda, sem vida,
Nada do que vi me fez sentir viver mais vivo,
E assim permaneço, sem ser, rendido

Até que encontre o mundo, de mim viúvo
E eu morto na sorte una a que me uno,
Deixei de contar comigo em pano de fundo,
Do ser mudo, agora que, visto estou morto,

Como Deus uno- façamos juntos a estrada,
Essa sem o limite das precedentes,
Que servirá de modelo aos seguintes nós,
Ainda que mal nos conheçamos,

Somos já poetas mortos, nós todos,
Eu e o meu mote de vir, vindo morto,
Até porque igual a mim nem tudo, nem ninguém
Já que eu sou quem vou inté mais não,

Insto ao regresso que mortos não,
Mortos são sendo, são fieis
Não nós, tardios? Sim talvez, não cedam
Não cedo eu e morto, só o medo

Só o medo da sorte vazia, crua, tardia.

Senão, só restará da vida o que acabou
E aí, sim… eu voltarei a ler, Malraux
Apollinaire do fim ao início
E o meu fiel passo, aprenderá do lento passar

A cor do fundo do passado,

E no fumo do decurso de velhos,
Como quando se lia num livro,
A felicidade de ter nos céus,
Olhos d’outros, ideias soltas e velhas,

Velhas alquimias de dentro de mim tidas,
E agora sei ler e decifrar poetas deitados,
Mortos dormindo em mim, ancoro neles,
Saem dos olhos que me olham d’en’pé,

Soam a meu favor e dos meus sentidos,
Todos eles e do meu coração,
Sem ser me são, não sendo…

Joel matos (12/2014)

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 18:27

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Online
Título: Membro
Última vez online: há 1 hora 28 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 38463

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

eu voltarei a ler, Malraux Apollinaire do fim ao início

eu voltarei a ler, Malraux
Apollinaire do fim ao início

imagem de Joel

Somos já poetas mortos, nós todos,

Somos já poetas mortos, nós todos,

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Pois tudo o que se move é sagrado. 368 199 05/23/2019 - 20:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha voz não vê … 232 271 05/22/2019 - 19:48 Português
Ministério da Poesia/Geral (Ouçam-me, pra que eu possa…) 123 238 05/22/2019 - 15:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou um homem complicado… 156 174 05/22/2019 - 09:22 Português
Ministério da Poesia/Geral Sendo eu outro 71 151 05/22/2019 - 09:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Aos pássaros acresce o voar 112 239 05/22/2019 - 09:18 Português
Ministério da Poesia/Geral Tão livre quanto prisioneiro… 388 191 05/22/2019 - 09:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou feliz porque não escrevo… 37 192 05/21/2019 - 10:32 Português
Ministério da Poesia/Geral (Busco a eternidade-num-saco-vazio) 25 269 05/20/2019 - 11:26 Português
Ministério da Poesia/Geral Meu cabelo é água e pêlo, sonho é sentir vê-lo… 22 201 05/18/2019 - 17:17 Português
Poesia/Geral Nada tenho pra dizer ... 285 549 05/18/2019 - 16:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Tudo isso me dói e odeio… 124 349 05/17/2019 - 12:42 Português
Ministério da Poesia/Geral Governador de mim… 416 498 05/16/2019 - 15:46 Português
Ministério da Poesia/Geral Atrás de mim Gigantes 200 321 05/16/2019 - 11:16 Português
Ministério da Poesia/Geral Qual viagem… 491 548 05/11/2019 - 16:37 Português
Poesia/Geral Morto vivo eu já sou … 496 543 05/09/2019 - 11:06 Português
Poesia/Geral Tesoureiros da luz, 677 701 05/09/2019 - 10:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Na extrema qu’esta minh’alma possui. 156 230 04/24/2019 - 20:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Como rei deposto numa nação de rosas ... 266 423 04/23/2019 - 09:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Por amor ao meu país… 230 404 04/23/2019 - 09:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Posso soltar as asas… 330 469 04/14/2019 - 19:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Frágil 353 509 04/14/2019 - 19:53 Português
Ministério da Poesia/Geral O Cavaleiro da Dinamarca. 780 339 04/14/2019 - 19:52 Português
Poesia/Geral (Vive la France) 465 473 04/14/2019 - 19:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Calmo 332 652 04/14/2019 - 19:46 Português