CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

BAILAR

Como bailarinos em passos exatos
na simulação dos arcos
em saltos perfeitos: exaltam
o renascer do homem
como pássaro.

A luz do palco cadencia os corpos
simetricamente colocados
humanamente concentrados
na tarefa única da dança.

Frente ao espelho
no cansar dos ensaios
nos louros dos aplausos
o gosto da vitória
o prazer do trabalho
o descanso dos pés.

(Pedro Du Bois, OS SENTIDOS SIGNIFICANTES)

Submited by

sexta-feira, abril 23, 2010 - 21:07

Poesia :

No votes yet

PedroDuBois

imagem de PedroDuBois
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 46 semanas
Membro desde: 03/15/2009
Conteúdos:
Pontos: 1484

Comentários

imagem de marialds

Re: BAILAR

Aplausos a recompensa dos esforços.
Muito bem dito.

imagem de Henrique

Re: BAILAR

Perfeito!!!

Que comece o baile!!!

:-)

imagem de Susan

Re: BAILAR

Pedro que linda e suave dança!!!
Gostei muito .
Abraços
Susan

imagem de PedroDuBois

Re: BAILAR

Grato, Susan, pela sua leitura e comentário. Abraços e bom final de semana. Pedro.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of PedroDuBois

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral CONFUSÕES 1 1.331 02/27/2018 - 12:02 Português
Poesia/Geral AVESSOS 3 1.372 02/27/2018 - 12:01 Português
Fotos/ - Foto 0 3.867 11/24/2010 - 00:39 Português
Críticas/Livros Brisa em Bizâncio, Fernando José Karl 0 1.608 11/19/2010 - 02:39 Português
Críticas/Livros HOMEM NO ESCURO, Paul Auster 0 2.247 11/19/2010 - 02:39 Português
Críticas/Livros AS METAMORFOSES, Murilo Mendes 0 2.450 11/19/2010 - 02:39 Português
Críticas/Livros MATERIA DE POESIA, Manoel de Barros 0 2.495 11/19/2010 - 02:39 Português
Críticas/Livros A ARTE DA PRUDÊNCIA, Baltasar Gracián 0 2.769 11/19/2010 - 02:39 Português
Poesia/Geral PRÊMIOS 0 1.913 11/18/2010 - 16:22 Português
Poesia/Geral ÚNICA TESTEMUNHA 0 1.512 11/17/2010 - 23:56 Português
Poesia/Geral A CASA DIVERSA 0 1.606 11/17/2010 - 23:54 Português
Poesia/Geral CORDAS 0 1.607 11/17/2010 - 23:46 Português
Poesia/Geral ENTREVISTO 0 2.219 11/17/2010 - 23:43 Português
Poesia/Geral (DO QUE SEI) 0 2.734 11/17/2010 - 23:25 Português
Poesia/Geral O COLETOR DE RUÍNAS 0 1.244 11/17/2010 - 23:25 Português
Poesia/Geral BREVES 3 1.747 07/16/2010 - 11:32 Português
Poesia/Geral RELEMBRANÇAS 0 1.058 07/13/2010 - 12:46 Português
Poesia/Geral AMARES 1 1.679 07/10/2010 - 00:13 Português
Poesia/Geral MAR ABERTO 0 1.439 07/09/2010 - 19:00 Português
Poesia/Geral A ÁRVORE PELA RAÍZ 1 1.138 04/29/2010 - 01:06 Português
Poesia/Geral ANDAR 5 1.793 04/28/2010 - 02:28 Português
Poesia/Geral BAILAR 4 1.432 04/26/2010 - 04:12 Português
Poesia/Geral ARES DA TERRA 2 1.441 04/23/2010 - 21:45 Português
Poesia/Geral LIBERDADE 3 1.301 04/21/2010 - 19:56 Português
Poesia/Geral PEDRAS 2 1.100 04/18/2010 - 17:30 Português