CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ESPERA NO LIMBO


ESPERA NO LIMBO

Revejo, palmo a palmo, as estradas onde caminhei
arrastando comigo a teimosa ilusão de haver-te.
Foi um penoso crescimento, que não controlei,
uma vontade constante de não perder-te.
Viveste escondido em todos os meus cenários.
Era um modo de ter-te, uma forma de provar-te
que estavas em mim nos meus sonhos diários.
Enquanto vida fui... continuei a amar-te.
Hoje sinto que parti. Choro esse tempo, Amor.
Será que percebeste a imensidão da dor
que carreguei no peito durante tantos anos?
Sou vulcão sem vida que jaz acorrentado
num espaço fechado, estanque, ignorado.
Na minha mente secaram já mil desenganos.

Maria Letr@

Submited by

segunda-feira, janeiro 18, 2021 - 18:02

Poesia :

No votes yet

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 21 horas 47 minutos
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2540

Comentários

imagem de Ana Martins

ESPERA NO LIMBO

Belíssimo poema, Mizita.
Beijinho grande.

imagem de Maria Letra

ESPERA NO LIMBO

Muito grata, Ana Martins.
Beijinho.

imagem de Maria Letra

ESPERA NO LIMBO

Bom dia, J.Thamiel.
Muito grata pelo seu comentário. Ou se sente... ou não nos toca.
Votos de saúde, neste momento tão importante.

imagem de J. Thamiel

coment

Há muitas formas de se falar
em paixão e você se expressou
como um vulcão. Parabéns.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação ESPERO_POR_TI_MADRUGADA 2 40 04/07/2021 - 21:34 Português
Poesia/Desilusão A NOVA PÁSCOA 0 20 04/04/2021 - 08:09 Português
Poesia/Geral O QUE SERIA DE MIM 0 34 03/28/2021 - 03:54 Português
Poesia/Soneto TEMPOS DE AFLIÇÃO 2 100 03/27/2021 - 00:34 Português
Poesia/Geral ESPERANDO PELA MARÉ ALTA 0 85 03/26/2021 - 00:45 Português
Poesia/Geral MULHER-ESCRITORA 0 47 03/25/2021 - 17:28 Português
Poesia/Tristeza RECOMEÇAR 0 40 03/25/2021 - 02:32 Português
Poesia/Desilusão O VAZIO DA MINHA ALMA 0 360 03/11/2021 - 13:51 inglês
Poesia/Geral O GRITO DO INDÍGENA 2 207 03/10/2021 - 22:31 Português
Poesia/Tristeza TERRAS DE DESAMOR 0 107 03/09/2021 - 22:04 Português
Poesia/Intervenção VIOLÊNCIA 0 47 03/09/2021 - 21:46 Português
Poesia/Geral A MULHER E O OBVERSO DO IRREVERSÍVEL 0 46 03/08/2021 - 22:30 Português
Poesia/Poetrix MARCAS BRANCAS 0 102 03/06/2021 - 22:38 Português
Poesia/Poetrix O REVÉS DA TUA IMAGEM 0 73 03/03/2021 - 19:48 Português
Poesia/Meditação CAMINHADA DE AMOR 0 122 03/03/2021 - 16:16 Português
Poesia/Tristeza TAMBÉM SE MORRE DE SAUDADE! 0 49 03/02/2021 - 20:58 Português
Poesia/Tristeza QUANTO DARIA_AMOR! 2 215 02/28/2021 - 21:25 Português
Poesia/Geral IN PANDEMIA MODE 0 117 02/28/2021 - 13:12 Português
Poesia/Poetrix PRESA NA MIRA 2 345 02/15/2021 - 18:45 Português
Poesia/Tristeza INCOMPETÊNCIA EM ACÇÃO 0 162 02/15/2021 - 12:37 Português
Poesia/Geral SEM RUMO CERTO 2 194 02/14/2021 - 16:12 Português
Poesia/Geral NO LIMIAR DO TEMPO 0 142 02/12/2021 - 09:29 Português
Poesia/Amor A CERTEZA 2 214 02/12/2021 - 08:31 Português
Poesia/Tristeza VIAGEM ENTRE O SONHO E A REALIDADE 2 191 02/10/2021 - 09:27 Português
Poesia/Geral A CONTABILIDADE E A VIDA 2 5.873 02/08/2021 - 17:51 Português