CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

leve

E, leve, o vento me deteve
E depositou ,devagar no areal,
Foi aí nesse vento Naval,
Que vim , p'ra qu'o mar me leve,
Ou me afogue nas praias de Portugal

Jorge Santos
(2009/11)
http://namastibet.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, dezembro 21, 2009 - 22:01

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 dias 15 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 41021

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: leve

LINDO POEMA, BELO AMOR A PORTUGUAL!
Meus parabéns,
MarneDulinski

imagem de Joel

obrigado

obrigado

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: leve

Parabéns pelo belo poema.

Um abraço,
REF

imagem de Joel

obrigado

obrigado

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Sem nada … 2 462 07/07/2021 - 15:16 Português
Poesia/Geral A tenaz negação do eu, 2 257 07/01/2021 - 16:31 Português
Poesia/Geral Sou minha própria imagem, 2 329 07/01/2021 - 12:50 Português
Poesia/Geral Há um vão à minha espera 2 290 07/01/2021 - 12:50 Português
Poesia/Geral leve 4 1.907 06/28/2021 - 15:39 Português
Poesia/Geral Feliz como poucos … 1 601 06/24/2021 - 11:53 Português
Poesia/Geral Deus Ex-Machina, “Anima Vili” ... 1 681 06/24/2021 - 11:38 Português
Poesia/Geral Da significação aos sonhos ... 1 668 06/22/2021 - 10:01 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 1 732 06/21/2021 - 16:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 1 1.121 06/21/2021 - 16:26 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 1 1.012 06/21/2021 - 16:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 1 839 06/21/2021 - 16:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 1 729 06/21/2021 - 16:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 2 883 06/21/2021 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 1 834 06/21/2021 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 1 816 06/21/2021 - 16:21 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 1 1.024 06/21/2021 - 16:21 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 1 764 06/21/2021 - 16:20 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 1 887 06/21/2021 - 16:20 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 1 1.270 06/21/2021 - 16:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 1 799 06/21/2021 - 15:44 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 1 1.053 06/21/2021 - 15:44 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 2 1.099 06/21/2021 - 15:44 Português
Poesia/Geral A síndrome de Savanah 1 1.177 06/21/2021 - 15:43 Português
Poesia/Geral A sucessão dos dias e a sede de voyeur ... 1 749 06/21/2021 - 15:42 Português