CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Manhã Manhosa

Manhã Manhosa

 

 


Do torso e de meu poleiro sou manhoso e
De nuvens feito, sou traiçoeiro,
Infame até ao peitilho,
Nem de conto sou,(valho quanto valho)
E, do velho herege e falcoeiro nem vê-lo
Invejo ninfas ,e vejo pombos ,sou d'tombos,
Mas inspiram-me e pronto,todas e todos,
Mesmo os mortos,
No inferno deste tempo longo
Vejo um braseiro plano e um piano
O travesseiro , bolero bolano,
Não tem ,de pranto ,igual
Por ond'ando vulgo eu,
E dano o mote forte,
Em noite mundana.
Minha pena rasgada de meu flanco
Na carreira curta , em de fim-de-ano ,
A minha' pena,è ser termo
Ficarei por aí sem poema
Se m'apagarem a vela
E se m'desenterram em noite inverna
De lua-cheia.
Nas vastas terras de rua
Em que declaro serem musas todas ,todas
As que minh'alma crua persegue
Sendo , são todas , todas minhas
Sendo tantas são poucas sempre ,
São minhas manas,minhas manhas
E sendo são belas ,(elas ,as blusas)
Porque sao ventos sao tempestades
As cavalgadas por onde me insurjo e fujo
Do meu ego se me persistem e perseguem nos trotes
Seja em brisa ou cavalos de vento
Ou voos de aves rasantes
Mas é alma minha sempre e não a vendo
Nem que me paguem nem que o garrote m'esmague
O farol o saleiro e os dedos por inteiro.


Jorge Santos 

Submited by

domingo, janeiro 9, 2011 - 21:15

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 1 dia
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40693

Comentários

imagem de Susan

Manhã de inverno que chega

Manhã de inverno que chega cálida ao restelo

não quero saber suquices quero música ,sol , e um rosto belo ....

Muito bom te ler ,sempre !!!!

beijos

Susan

imagem de Joel

quero, quero um sol amarelo

quero, quero um sol amarelo louco e verde

quero ser no teu rosto muso e  quero-lê-lo aberto

e quente de trás-pra frente lesto in-verso 

quero ser total e verdadeiro ,não sei se posso ( leigo sou eu)

porque quero ser mais e mais que mortal (que morra já no meu posto de guerreiro)

(só assim sentirei o frio escarapantar o cio pobre)

se não for inteiro pro coval proposto

do meu solto e morto medo

(quero o teu comentário,quero..   :-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Na minha terra não há terra, 0 485 06/02/2020 - 16:16 Português
Poesia/Geral A sucessão dos dias e a sede de voyeur ... 0 230 06/02/2020 - 16:09 Português
Poesia/Geral O Amor é uma nação em risco, 1 571 05/03/2020 - 00:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Ninguém me distingue de quem sou eu ... 1 294 04/20/2020 - 23:34 Português
Ministério da Poesia/Geral A um Deus pouco divino … 1 485 04/19/2020 - 12:02 Português
Poesia/Geral “Hic sunt dracones”, A dor é tudo … 4 532 04/15/2020 - 16:25 Português
Poesia/Geral A Morte não é Bem-Vinda ... 2 476 04/15/2020 - 15:46 Português
Poesia/Geral Objectos próximos, 0 584 04/15/2020 - 12:06 Português
Poesia/Geral Daniel Faria, excerto “Do que era certo” 0 491 04/15/2020 - 11:58 Português
Ministério da Poesia/Geral O avesso do espelho... 5 324 03/01/2020 - 21:02 Português
Poesia/Geral A síndrome de Savanah 0 442 03/01/2020 - 20:26 Português
Ministério da Poesia/Geral O Estado da Dúvida 2 266 01/24/2020 - 21:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 0 450 01/08/2020 - 14:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 0 416 01/08/2020 - 13:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 0 288 01/08/2020 - 13:50 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 0 473 01/08/2020 - 12:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 0 321 01/08/2020 - 12:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 0 358 01/08/2020 - 12:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 0 389 01/08/2020 - 12:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 0 316 01/08/2020 - 12:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 0 337 01/08/2020 - 12:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 0 353 01/08/2020 - 11:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 0 327 01/08/2020 - 11:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 0 390 01/08/2020 - 11:32 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 0 300 01/08/2020 - 11:24 Português