CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

(Meu lar é uma taberna)

Qualquer brisa de ar me serve,
Mas balouçar no trigo o olhar,
Minh'alma não consegue,
Nem este obedece ao qu'digo,

O mistério são as fontes,
E o que penso a sós comigo,
Sopra-as "Ítalo", o vento grosso
Ou a sombra rente ao chão,

Minha catedral é uma
Caverna escura, loucura
A crença que nem a religião
Daquela forma suspensa,

Sem vestes me veste, largo
Um coração que trago,
Amargo, amarrado junto
Ao crâneo que não é mágico

Quanto o de "Shakespeare",
Evoco um Rei deposto oculto,
Certo que voltarei um outro
Rosto, aposto à luz ou ao luar,

Qualquer brisa breve serve,
Meu sonhar amarelo-pálido
Trigo, leve minh'alma sofre
Um sofrer que não vem só,

Mas obedece ao castigo divino,
Assim seara ceifada a foice,
Como fosse erva da mina,
Ou de uma velha seca fonte.

(Meu lar é uma taberna)

Jorge Santos (04/2018)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

terça-feira, abril 10, 2018 - 16:15

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 7 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 9673

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

agradeço todas as leituras

assim como o feedback (obrigado)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral (1820) 10 149 06/25/2018 - 16:02 Português
Poesia/Geral Um buraco enorme em mim. 10 138 06/25/2018 - 16:01 Português
Poesia/Geral I can fly ... 10 125 06/25/2018 - 16:00 Português
Ministério da Poesia/Geral "Je ne dis rien, tu m'écoutes" 10 104 06/25/2018 - 15:59 Português
Ministério da Poesia/Geral V de Vitória - Revolução - 10 82 06/25/2018 - 15:57 Português
Ministério da Poesia/Geral Li berdade ... 10 121 06/25/2018 - 15:56 Português
Ministério da Poesia/Geral Conduz-me a razão. 10 122 06/25/2018 - 15:54 Português
Poesia/Geral Último Poema 10 983 06/25/2018 - 15:53 Português
Ministério da Poesia/Geral Escolho ... 10 171 06/25/2018 - 15:52 Português
Ministério da Poesia/Acrósticos mariposa 10 2.414 05/25/2018 - 10:08 Português
Poesia/Geral Sem glúten. 10 202 05/25/2018 - 10:06 Português
Ministério da Poesia/Geral O Gebo e o Sonho. 10 91 05/25/2018 - 10:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Amor omisso. 10 112 05/25/2018 - 09:59 Português
Prosas/Romance State of a Dream (From Oracles to Shamans ) 20 123 05/25/2018 - 09:57 Português
Ministério da Poesia/Geral Pena ser levado a sério e ainda... 10 65 05/25/2018 - 09:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Fabuloso, fictício ou fábula ... 10 94 05/25/2018 - 09:53 Português
Ministério da Poesia/Geral S'isto que tenho dito, fosse verdade ao menos ... 10 82 05/25/2018 - 09:51 Português
Ministério da Poesia/Geral Coroai-me de espinhos frios ... 10 69 05/25/2018 - 09:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem casas não haveriam ruas ... 10 82 05/25/2018 - 09:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Matéria é escuro e o ouro... 10 66 05/25/2018 - 09:46 Português
Ministério da Poesia/Geral Põe flores no meu quarto ou não, nenhuma ... 10 56 05/25/2018 - 09:44 Português
Ministério da Poesia/Geral Como rei deposto numa nação de rosas ... 10 73 05/25/2018 - 09:42 Português
Ministério da Poesia/Geral (Demente em contra-mão) 10 57 05/25/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral "Ida e volta" 10 106 05/25/2018 - 09:39 Português
Poesia/Geral Eu não digo… 10 299 05/25/2018 - 09:38 Português