CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Meus sonhos são “de acordo” ao sonhado,

Meus sonhos são “de acordo”, ao sonhado,
Deixei de ser tudo o que queria vir a ser, sonhando,
Fui sempre o que tentava e acontecia, o que
Fazia, o afoito, o herói para quem tudo é fácil,

Faltou-me apenas aquilo que esperava sonhar,
Fazer e o que não farei, nem está feito, sonhados,
Meus sonhos são rigorosamente de acordo o que o
Sonhado traz consigo, o que conduziu

Aos sonhos que tive, deixei de ter o sonho rico,
Expectável, o apetecível futuro dum monarca
Passado, na actualidade, sincero, real,
Preso a mim como um trunfo, um triunfo,

O objectivo principal da minha vida, foi
Sempre, não é de agora, o de alinhar
Hierarquicamente os acontecimentos,
Ao lado das ambições, foi aí que entendi

Que a dimensão não era a mesma, faltava
Tempo e a demora, a harmonia também
Tem peso, asa, assim como o recordar ter efeito,
Em proporções evangélica, na inclinação da

Cabeça, é um acto de humildade expresso,
Face ao que seria lembrar o que viria a ser
Se fosse feito anteontem manhã, ind’agora
Cedo, assim como o perdurar do que sinto

Face ao que tento vir a sentir faz tempo,
Por mim eu deveria ser, não o acto, mas o desejo,
O actor absoluto e não o contrapeso da emoção,
O palco do que terei de vir a ser, o risco expressivo

Produz em mim um sentimento dúctil, fóssil,
Muito próximo do acontecido que queria
Viesse a acontecer, se tivesse espetado os
Ombros para a frente do corpo e por cima

Do mesmo, fazia-me sentir que queria eu ser
“De acordo” o sonhado, sonhando eu acordo,
Acordado sonho-me dormindo.

Joel Matos (27 Janeiro 2021)

https://namastibet.wordpress.com
http://namastibetpoems.blogspot.com
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

sábado, fevereiro 6, 2021 - 21:27

Poesia :

No votes yet

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 dias 22 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40888

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Sem nada … 0 32 03/31/2021 - 12:35 Português
Poesia/Geral Humano-descendentes 0 70 03/31/2021 - 12:24 Português
Poesia/Geral "Phallu" de Pompeii! 0 43 03/31/2021 - 12:10 Português
Poesia/Geral Confesso-me consciente por dentro … 0 65 03/31/2021 - 10:32 Português
Ministério da Poesia/Geral Deixemos descer à vala, o corpo que em vão nos deram 15 116 02/09/2021 - 09:55 Português
Ministério da Poesia/Geral A desconstrução 38 260 02/06/2021 - 22:18 Português
Ministério da Poesia/Geral Deixai-vos descer à vala, 0 67 02/06/2021 - 21:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Permaneço mudo 0 60 02/06/2021 - 21:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Os Dias Nossos do Isolamento 0 57 02/06/2021 - 21:35 Português
Poesia/Geral Gostar de estar vivo, dói! 0 53 02/06/2021 - 21:31 Português
Poesia/Geral Apologia das coisas bizarras 0 65 02/06/2021 - 21:29 Português
Poesia/Geral Meus sonhos são “de acordo” ao sonhado, 0 70 02/06/2021 - 21:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Na terra onde ninguém me cala 1 55 02/06/2021 - 11:14 Português
Poesia/Geral Esquema gráfico para não sobreviver à morte … 5 98 02/05/2021 - 12:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Tiras-me as palavras da boca 1 73 02/03/2021 - 19:31 Português
Ministério da Poesia/Geral A tenaz negação do eu, 1 95 01/25/2021 - 22:40 Português
Poesia/Geral O lugar que não se vê ... 0 104 01/25/2021 - 21:31 Português
Poesia/Geral Minh’alma é uma floresta 0 61 01/25/2021 - 20:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Pangeia e a deriva continental 0 117 01/02/2021 - 19:34 Português
Ministério da Poesia/Geral A simbologia dos cimos 0 99 01/02/2021 - 19:23 Português
Ministério da Poesia/Geral Prefiro rosas púrpuras ... 0 65 01/02/2021 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Geral Por um ténue, pálido fio de tule 0 127 01/02/2021 - 18:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Me perco em querer 0 85 01/02/2021 - 18:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Epistemologia dos Sismos 0 80 01/02/2021 - 18:26 Português
Ministério da Poesia/Geral A sismologia nos símios 0 75 01/02/2021 - 18:11 Português