CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Oração a um Deus Anão


Oração a um Deus Anão

 

Procuro castigo puro,

Porque Profanei o tumulo

Destinado do destino

E a Mansão do Emílio Zola.

Procuro quem me iluda,

Dedo aponte ao proscrito,

Traslade do garrote,

Armadilho em Covil de Zorra.

Procuro castigo duro,

Carga de rinoceronte

Ou Cornada de bisonte,

Abate contra o muro

Como um Goya fuzilado.

Procuro castigo rasgado,

Pelo corte picotado,

Missiva de Degolado reles,

Enxertado nos baldios

Dos infernos dos montes

Dos Perdidos.

Procuro rastilho

Curto de explosão

Rápida em paiol

Procuro lábios de sangue

E segmentos de enxofre

Que chamem a atenção.

Procuro castigo puro

Por saquear a vala comum

De um Deus anão

 

JORGE SANTOS 

Submited by

quinta-feira, janeiro 13, 2011 - 11:58

Poesia :

No votes yet

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 1 dia
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40650

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral A Morte não é Bem-Vinda ... 1 115 03/22/2020 - 16:33 Português
Ministério da Poesia/Geral O avesso do espelho... 5 52 03/01/2020 - 21:02 Português
Poesia/Geral O Amor é uma nação em risco, 0 68 03/01/2020 - 20:45 Português
Poesia/Geral A síndrome de Savanah 0 58 03/01/2020 - 20:26 Português
Ministério da Poesia/Geral O Estado da Dúvida 2 94 01/24/2020 - 21:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 0 147 01/08/2020 - 14:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 0 82 01/08/2020 - 13:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 0 82 01/08/2020 - 13:50 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 0 122 01/08/2020 - 12:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 0 79 01/08/2020 - 12:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 0 101 01/08/2020 - 12:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 0 88 01/08/2020 - 12:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 0 69 01/08/2020 - 12:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 0 106 01/08/2020 - 12:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 0 113 01/08/2020 - 11:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 0 122 01/08/2020 - 11:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 0 130 01/08/2020 - 11:32 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 0 70 01/08/2020 - 11:24 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 0 103 01/08/2020 - 11:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 0 98 01/08/2020 - 11:01 Português
Poesia/Geral Da significação aos sonhos ... 0 112 01/08/2020 - 10:54 Português
Poesia/Geral Deus Ex-Machina, “Anima Vili” ... 0 81 01/08/2020 - 10:44 Português
Poesia/Geral Feliz como poucos … 0 104 01/08/2020 - 10:32 Português
Ministério da Poesia/Geral As estrelas, os Estrôncios e os Sonhos. 39 888 11/28/2019 - 12:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Dreaming Of A Better World 122 415 11/10/2019 - 19:37 Português