O Sol

Nascente ou poente
Que vem do norte ou direto do sul
Com beleza estridente
Que conduz os mais belos sonhos
E sem falta permanece e neles se faz presente
Ao estar entre nuvens se desfaz
Ou entre elas se refaz?
Contradiz e reconstrói
Alegra a manhã, toda à tarde
Ao comparecer arranca-nos o que dói
Faz-nos apaixonar
Entre nós e conosco
Se fez, se faz e sempre que puder se fará
Refaz nosso dia amargo
Deixa prevalecer seu brilho em um dia todo fosco
Majestoso astro que conduz
Em todos os possíveis aspectos
Embeleza o dia e para a lua humildemente empresta sua luz
Deixa a rainha da noite, nossos passos conduzir
E logo de manhã ao retornar retira-nos o desânimo
E faz-nos ao longo do dia d trabalho do dia sorrir
Sol, que seja contemplado
Se sua visão for ou não banhada pelo mar
Seja nascido aqui ou no outro lado do mundo
Circunda olhares cansados, renovando tudo
Retira as olheiras diárias do trabalho árduo
E desperta o que trazemos de bom, aquilo que fica lá no fundo
Como não ser feliz diante dele?
Realeza humilde que gratuitamente trabalha a nos guiar
Mesmo entre nuvens permanece em seu lugar, não falha
É único e sempre estará no céu cumprindo seu precioso papel
Permanecendo intacto, a brilhar.
 

Submited by

Thursday, February 17, 2011 - 00:12

Poesia :

No votes yet

L.S. Paiva

L.S. Paiva's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 10 years 22 weeks ago
Joined: 01/28/2011
Posts:
Points: 526

Comments

MarneDulinski's picture

O Sol

LSPaiva!

Lindo Poema dedicado ao Soçl!

Meus parabéns,

MarneDulinski

L.S. Paiva's picture

Grato pelo comentário. O

Grato pelo comentário.

O Sol Astro que traz luz ao mundo merece memória e reverência!!

Abraço amigo

L.S.Paiva

Add comment

Login to post comments

other contents of L.S. Paiva

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Aphorism Eterno teatro 7 1.399 06/03/2019 - 21:22 Portuguese
Anúncios/Miscellaneous - Offers Fragmentos - Uma nova forma de poesia... (1º Livro do Autor) 0 1.911 03/08/2011 - 04:18 Portuguese
Poesia/Aphorism Suindara' 4 2.058 02/25/2011 - 15:31 Portuguese
Poesia/Aphorism Voluntários 2 1.350 02/17/2011 - 15:15 Portuguese
Poesia/Dedicated Impossível tradução 2 1.353 02/17/2011 - 15:11 Portuguese
Poesia/Dedicated Não é tarde 2 1.276 02/17/2011 - 15:09 Portuguese
Poesia/Dedicated Desabafo 2 1.219 02/17/2011 - 15:07 Portuguese
Poesia/General Um novo desafio 4 1.385 02/17/2011 - 15:04 Portuguese
Poesia/General Reflexos e reflexões 1 1.289 02/17/2011 - 05:56 Portuguese
Poesia/Dedicated Pequeno presente 2 1.335 02/17/2011 - 05:16 Portuguese
Poesia/Dedicated Abraço coletivo 2 1.251 02/17/2011 - 05:14 Portuguese
Poesia/Dedicated Revelação 2 1.054 02/17/2011 - 05:00 Portuguese
Poesia/Dedicated Revelação 2 1.072 02/17/2011 - 04:54 Portuguese
Poesia/General É quando o jogo vira 2 1.517 02/17/2011 - 04:46 Portuguese
Poesia/Aphorism A vida e seus conceitos 2 1.274 02/17/2011 - 04:44 Portuguese
Poesia/Aphorism O que move o poeta 2 1.179 02/17/2011 - 04:42 Portuguese
Poesia/General Não insista 2 1.031 02/17/2011 - 04:40 Portuguese
Poesia/General Erros... 2 1.313 02/17/2011 - 04:37 Portuguese
Poesia/Dedicated Esta declaração se procede 2 1.099 02/17/2011 - 04:33 Portuguese
Poesia/Dedicated Surpresas 2 1.023 02/17/2011 - 04:30 Portuguese
Poesia/Dedicated Surpresas 2 1.107 02/17/2011 - 04:28 Portuguese
Poesia/Love Inestimável é o poder de amar 2 1.159 02/17/2011 - 04:26 Portuguese
Poesia/General Antecipação 2 1.431 02/17/2011 - 04:22 Portuguese
Poesia/General A pior dor humana 2 957 02/17/2011 - 04:20 Portuguese
Poesia/Dedicated Espero-te 2 1.318 02/17/2011 - 04:17 Portuguese