CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

AutoGraphya

Actografia

Actografia

Creio no universo como um homem vulgar,
Não tenho filosofia que me defina,
Nem lugar em que gostasse de falecer,
Não consinto a vida, assimilo-a como a morfina,

Recolho-a nos campos e onde me deixam colher.
Acervo, incorporo tal-qual cobra, a peçonha,
Hasteio-a na haste mais fina que houver,
Enquanto flor do estio, fonte do sol, neblina,

Embora possua um instinto próprio de mulher
É o corpo e não a frágil alma destas que me fascina,
Autista no que exijo e existo sem o que conheço eu, entender,
Como se tudo fosse uma farsa da negação minha,

Disposta a tudo e ao que deus quiser, se isso doer,
O sol-pôr é um analgésico, uma agonia Celestina,
Com ele me uno a disciplina de desaprender,
E as inocentes crenças do virar das’quina,

Verdades transitórias e de aluguer…
Porque, como disse, não faço uso da inteligência divina,
(limito-me à opinião por estabelecer)
Tenho a demência, como estranha e inexplicativa vizinha,

Profundamente hipócrita na sua naturalidade e ilusão de freelancer.
Estou cansado de ser forçado a querer,
Mas não creio no universo que me dizem existir,
Já que a máquina de mentir fui eu que a criei.

Serei realmente gente?

Joel Matos (02/2011)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, março 5, 2018 - 18:43

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 1 dia
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40680

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

Creio no universo como um

Creio no universo como um homem vulgar,

imagem de Joel

Creio no universo como um

Creio no universo como um homem vulgar,

imagem de Joel

Creio no universo como um

Creio no universo como um homem vulgar,

imagem de Joel

Creio no universo como um

Creio no universo como um homem vulgar,

imagem de Joel

Creio no universo como um

Creio no universo como um homem vulgar,

imagem de Joel

Creio no universo como um

Creio no universo como um homem vulgar,

imagem de Joel

Creio no universo como um

Creio no universo como um homem vulgar,

imagem de Joel

Creio no universo como um

Creio no universo como um homem vulgar,

imagem de Joel

Creio no universo como um

Creio no universo como um homem vulgar,

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral O Amor é uma nação em risco, 1 306 05/03/2020 - 00:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Ninguém me distingue de quem sou eu ... 1 126 04/20/2020 - 23:34 Português
Ministério da Poesia/Geral A um Deus pouco divino … 1 166 04/19/2020 - 12:02 Português
Poesia/Geral “Hic sunt dracones”, A dor é tudo … 4 332 04/15/2020 - 16:25 Português
Poesia/Geral A Morte não é Bem-Vinda ... 2 284 04/15/2020 - 15:46 Português
Poesia/Geral Objectos próximos, 0 411 04/15/2020 - 12:06 Português
Poesia/Geral Daniel Faria, excerto “Do que era certo” 0 356 04/15/2020 - 11:58 Português
Ministério da Poesia/Geral O avesso do espelho... 5 142 03/01/2020 - 21:02 Português
Poesia/Geral A síndrome de Savanah 0 181 03/01/2020 - 20:26 Português
Ministério da Poesia/Geral O Estado da Dúvida 2 164 01/24/2020 - 21:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 0 250 01/08/2020 - 14:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 0 236 01/08/2020 - 13:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 0 151 01/08/2020 - 13:50 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 0 219 01/08/2020 - 12:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 0 171 01/08/2020 - 12:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 0 185 01/08/2020 - 12:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 0 175 01/08/2020 - 12:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 0 138 01/08/2020 - 12:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 0 202 01/08/2020 - 12:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 0 225 01/08/2020 - 11:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 0 213 01/08/2020 - 11:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 0 223 01/08/2020 - 11:32 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 0 139 01/08/2020 - 11:24 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 0 224 01/08/2020 - 11:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 0 177 01/08/2020 - 11:01 Português