CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Gostaria de ter um Cadillac novo,

Gostaria de ter um Cadillac novo,
Daqueles verdes vivo ou claro,
Assentos cor de ovo, a casca
Ou da minha pele morena,

Gostaria de ter um Cadillac,
Como outra “gente bem”,
Aquele que reproduz
Um trovão quando passa rente,

Sem esforço, plo meu coração
Parado, aquele que não afrouxa,
Como tudo na vida e enfim,
Como toda a gente comum,

Que gostaria de ter um Cadillac
Novo, mas sou cercado de coisas
Incompletas, assim os jardins,
Onde pobre me deito e ouço as rosas,

Sorrir nas pétalas, Dálias do Japão
Sedan Azul na América do sul,
Correr cidades e subúrbios,
Gostaria de ter um Cadillac novo,

E esta intenção de me encontrar suposta,
Esta inquietação de correr cidades de costa
A costa. Tornar parte da paisagem
E do ruído metropolitano, dos rostos humanos,

Esta intenção de me encontrar em tudo,
No ouvido dos vizinhos a falarem alto,
No trânsito do subúrbio, sempre parado,
Ao volante de um Cadillac-de-fazer-vista.

Jorge Santos 08/2018
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, agosto 6, 2018 - 17:31

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 15 horas 14 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40718

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Em pêlo e a galope... 7 35 11/27/2020 - 17:11 Português
Poesia/Geral Vencido 3 74 11/25/2020 - 18:26 Português
Poesia/Geral Esquecer é ser esquecido 0 200 09/28/2020 - 14:47 Português
Poesia/Geral Na minha terra não há terra, 0 578 06/02/2020 - 15:16 Português
Poesia/Geral A sucessão dos dias e a sede de voyeur ... 0 329 06/02/2020 - 15:09 Português
Poesia/Geral O Amor é uma nação em risco, 1 687 05/02/2020 - 23:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Ninguém me distingue de quem sou eu ... 1 403 04/20/2020 - 22:34 Português
Ministério da Poesia/Geral A um Deus pouco divino … 1 584 04/19/2020 - 11:02 Português
Poesia/Geral “Hic sunt dracones”, A dor é tudo … 4 962 04/15/2020 - 15:25 Português
Poesia/Geral A Morte não é Bem-Vinda ... 2 613 04/15/2020 - 14:46 Português
Poesia/Geral Objectos próximos, 0 694 04/15/2020 - 11:06 Português
Poesia/Geral Daniel Faria, excerto “Do que era certo” 0 584 04/15/2020 - 10:58 Português
Ministério da Poesia/Geral O avesso do espelho... 5 447 03/01/2020 - 20:02 Português
Poesia/Geral A síndrome de Savanah 0 586 03/01/2020 - 19:26 Português
Ministério da Poesia/Geral O Estado da Dúvida 2 335 01/24/2020 - 20:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 0 562 01/08/2020 - 13:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 0 494 01/08/2020 - 12:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 0 384 01/08/2020 - 12:50 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 0 618 01/08/2020 - 11:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 0 417 01/08/2020 - 11:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 0 425 01/08/2020 - 11:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 0 510 01/08/2020 - 11:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 0 406 01/08/2020 - 11:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 0 411 01/08/2020 - 11:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 0 459 01/08/2020 - 10:45 Português