CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Rua dos Douradores 30 ...

30 November 1935: "I know not what tomorrow will bring"

Sei-não,

Me encantava Durban no princípio, agora não,
Me encanto no vento quando passa p'la clarabóia
E depois quando parte pra "não-sei-não", Ofélia
Pode talvez sentir real, eu não, as rosas régias

E na alma geral o vento, general Zulu do rumo,
E a vontade pra que me mude de onde cenário
Sou pra onde, sentido eu, passe sentindo estar
Não sendo, quanto suspiro, perfume a navalha

Do tempo que falta, sei-não, fumo Cannabis, Absinto,
Me encanta, na emoção o vento, a Seda-Hume,
Assim me cantava Durban do solstício, a emulsão
Do tempo escasso, na respiração o íntimo ronco,

Agora não, não venta faz tempo, partiu logo-logo
Para "Sei-lá", o vento, sorrindo da ironia ao dolo,
Depois mudei... renuncio ao vento, serei a estátua
Que se mudou do nunca pra jamais, da praça Natal,

Para a rua dos fungos e dos ofícios pobres,
Tecelões do "aonde-morro" onde morreremos
Todos, monótonos e desnecessários, vãos
De escada, refractários, rebeldes do sono,

Me encantava Durban e nem sei explicar se
Da alegria na guerra ou da paz de um logro,
Pois que agora não, o facto é que me creio
Prisioneiro, contrabando de ouro falso, um

Não-ser, do Chiado à Rua dos Douradores 30,
De onde nunca saí eu e o asfalto que me sai
Da alma, a qual deixo aberta, pois o sentir é
Para mim uma gaiola com uma gaiola dentro...

Joel Matos 11/2019
Http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, janeiro 8, 2020 - 11:32

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 semanas 2 dias
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40650

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Dedicado Joel 10 2.136 11/28/2018 - 17:26 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Vanda 11 1.819 11/28/2018 - 17:23 Português
Ministério da Poesia/Aforismo comentarios 10 1.455 11/28/2018 - 17:20 Português
Ministério da Poesia/Aforismo segredo 10 1.246 11/28/2018 - 17:18 Português
Ministério da Poesia/Aforismo atlhleta 10 1.834 11/28/2018 - 17:16 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Regresso ao mar 10 1.380 11/28/2018 - 17:14 Português
Ministério da Poesia/Aforismo miopia humana 10 989 11/28/2018 - 17:12 Português
Ministério da Poesia/Aforismo gostaria 10 1.632 11/28/2018 - 17:10 Português
Ministério da Poesia/Aforismo irra 10 1.295 11/28/2018 - 17:07 Português
Ministério da Poesia/Aforismo passageiro do tempo 10 1.248 11/28/2018 - 17:06 Português
Ministério da Poesia/Intervenção urge 10 2.092 11/28/2018 - 17:03 Português
Ministério da Poesia/Aforismo chuvas 10 1.284 11/28/2018 - 17:01 Português
Ministério da Poesia/Aforismo mira 10 1.299 11/28/2018 - 16:49 Português
Ministério da Poesia/Aforismo alucinado 10 1.184 11/28/2018 - 16:47 Português
Ministério da Poesia/Aforismo os anjos 10 1.659 11/28/2018 - 16:46 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Dolce Panda 10 1.752 11/28/2018 - 16:44 Português
Ministério da Poesia/Aforismo AGUAS FURTADAS 10 2.028 11/28/2018 - 16:43 Português
Ministério da Poesia/Aforismo os anjos 10 1.726 11/28/2018 - 16:36 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Chic 10 2.807 11/28/2018 - 16:34 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Lápis 11 1.345 11/28/2018 - 16:33 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Erva 10 1.703 11/28/2018 - 16:32 Português
Ministério da Poesia/Aforismo gripe 10 1.036 11/28/2018 - 16:30 Português
Ministério da Poesia/Dedicado phyllis 10 1.021 11/28/2018 - 16:29 Português
Ministério da Poesia/Aforismo candeias as avessas 10 1.454 11/28/2018 - 16:27 Português
Ministério da Poesia/Aforismo veneno 10 1.689 11/28/2018 - 16:26 Português