CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sou feliz porque não escrevo…

Serei aviso em letreiro luminoso,
Serei nem sei se serei Afonso, Meireles
Serei, se nem ópera do Lopes Virei,
Serei sendo eu Miguel, Zé-ninguém

Serei, se o mínimo é igual ao mindinho
Como posso ser alguma coisa, destino,
Um hortal de couves no mercado do erro,
Colho o momento como se fosse um cacho,

Delicio-me com as uvas e fujo do perro,
E do dono que corre plo terreno abaixo,
Aviso aos que vêem sou, somos um cacho
Todos, quer sejamos Afonso Vieira Lopes,

Miguel Torga, Esteves Cardoso, Saramago
Zé, fazemos como se fosse sopa de Pessoas,
Um molho com sabor “suis genéris” Loureiro,
Tutti-frutti a estragão, pesticida legumes,

Fita excêntrica de metal, ferro QuerNunes Deus,
Sou feliz porque não escrevo poesia,
Só a verdade com que desvio, por escrito,
O que perpetuamente aperfeiçoo,

Do que me pertence eu criar de novo,
A minha cota perpetua de afeição ao Homem,
Não aos anjos doutra espécie,
Que não sendo não sou nem busco

Sou feliz porque não escrevo poesia,
Vivo ao-de-leve e com relevo de ilusão
E de sombra, essa que projecto no chão,
Nada mais me mede a não ser o meu Adereço,

Neste teatro elucido, em que mostro o que penso
Sou feliz porque não escrevo poesia,
Eu penso…

Jorge Santos (01/2015)
Http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 17:14

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 20 horas 6 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 39306

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

Sou feliz porque não escrevo

Sou feliz porque não escrevo poesia,
Vivo ao-de-leve e com relevo de ilusão
E de sombra, essa que projecto no chão,
Nada mais me mede a não ser o meu Adereço,

Neste teatro elucido, em que mostro o que penso
Sou feliz porque não escrevo poesia,
Eu penso…

imagem de Joel

Sou feliz porque não escrevo

Sou feliz porque não escrevo poesia,
Vivo ao-de-leve e com relevo de ilusão
E de sombra, essa que projecto no chão,
Nada mais me mede a não ser o meu Adereço,

Neste teatro elucido, em que mostro o que penso
Sou feliz porque não escrevo poesia,
Eu penso…

imagem de Joel

Zé-ninguém Serei, se o mínimo

Zé-ninguém

Serei, se o mínimo é igual ao mindinho
Como posso ser alguma coisa, destino,
Um hortal de couves no mercado do erro,
Colho o momento como se fosse um cacho,

Delicio-me com as uvas e fujo do perro,
E do dono que corre plo terreno

imagem de Joel

A minha cota perpetua de

A minha cota perpetua de afeição ao Homem,
Não aos anjos doutra espécie,
Que não sendo não sou nem busco

imagem de Joel

A minha cota perpetua de

A minha cota perpetua de afeição ao Homem,
Não aos anjos doutra espécie,
Que não sendo não sou nem busco

imagem de Joel

A minha cota perpetua de

A minha cota perpetua de afeição ao Homem,
Não aos anjos doutra espécie,
Que não sendo não sou nem busco

imagem de Joel

A minha cota perpetua de

A minha cota perpetua de afeição ao Homem,
Não aos anjos doutra espécie,
Que não sendo não sou nem busco

imagem de Joel

A minha cota perpetua de

A minha cota perpetua de afeição ao Homem,
Não aos anjos doutra espécie,
Que não sendo não sou nem busco

imagem de Joel

A minha cota perpetua de

A minha cota perpetua de afeição ao Homem,
Não aos anjos doutra espécie,
Que não sendo não sou nem busco

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Sendo eu outro 77 219 06/10/2019 - 18:56 Português
Ministério da Poesia/Geral Meu cabelo é água e pêlo, sonho é sentir vê-lo… 37 263 06/10/2019 - 18:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou feliz porque não escrevo… 49 254 06/10/2019 - 15:28 Português
Ministério da Poesia/Geral As estrelas, os Estrôncios e os Sonhos. 23 424 06/07/2019 - 20:04 Português
Poesia/Geral O triunfo dos relógios ... 167 285 06/07/2019 - 20:02 Português
Ministério da Poesia/Geral O meu préstimo… 250 290 06/07/2019 - 19:59 Português
Ministério da Poesia/Geral É hoje o dia… 254 154 06/07/2019 - 19:57 Português
Ministério da Poesia/Geral (Busco a eternidade-num-saco-vazio) 265 310 06/07/2019 - 19:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Pois tudo o que se move é sagrado. 368 245 05/23/2019 - 20:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha voz não vê … 232 305 05/22/2019 - 19:48 Português
Ministério da Poesia/Geral (Ouçam-me, pra que eu possa…) 123 275 05/22/2019 - 15:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou um homem complicado… 156 211 05/22/2019 - 09:22 Português
Ministério da Poesia/Geral Aos pássaros acresce o voar 112 268 05/22/2019 - 09:18 Português
Ministério da Poesia/Geral Tão livre quanto prisioneiro… 388 222 05/22/2019 - 09:03 Português
Poesia/Geral Nada tenho pra dizer ... 285 588 05/18/2019 - 16:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Tudo isso me dói e odeio… 124 377 05/17/2019 - 12:42 Português
Ministério da Poesia/Geral Governador de mim… 416 535 05/16/2019 - 15:46 Português
Ministério da Poesia/Geral Atrás de mim Gigantes 200 354 05/16/2019 - 11:16 Português
Ministério da Poesia/Geral Qual viagem… 390 588 05/11/2019 - 16:37 Português
Poesia/Geral Morto vivo eu já sou … 496 607 05/09/2019 - 11:06 Português
Poesia/Geral Tesoureiros da luz, 677 770 05/09/2019 - 10:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Na extrema qu’esta minh’alma possui. 156 258 04/24/2019 - 20:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Como rei deposto numa nação de rosas ... 266 460 04/23/2019 - 09:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Por amor ao meu país… 230 454 04/23/2019 - 09:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Posso soltar as asas… 330 509 04/14/2019 - 19:58 Português