CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sei porque vejo,

 

The Cat (1984) – Raul Perez

Sei porque vejo,
-Luz mais bela
Aquela que não
Vejo …

Vejo quanto sei,
-Saber mais belo
Aquele que se
Nega à vista…

Seja eu onde irei,
Não indo serei
Caminho, porque ando,
Nem sei, nem sei,

Nem sei porque vejo,
Não vejo o que seja
Saber sequer, errei
Da ponta, à raiz do pelo,

Errei no cotovelo e na dor…
No artelho, erro
Porque vejo,
Não sabendo, explico

O estado de espírito,
Comparo a lago morto,
Nimbo, tédio, escuro vulto,
Fantasia de médium,

Sei porque vejo, argumento
Não decorativo, sou suspeito,
Palpo meu sonhos,
Nego a vista.

Joel Matos 02/2019
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

quinta-feira, março 28, 2019 - 17:41

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 4 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40682

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral O Amor é uma nação em risco, 1 322 05/03/2020 - 00:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Ninguém me distingue de quem sou eu ... 1 131 04/20/2020 - 23:34 Português
Ministério da Poesia/Geral A um Deus pouco divino … 1 174 04/19/2020 - 12:02 Português
Poesia/Geral “Hic sunt dracones”, A dor é tudo … 4 341 04/15/2020 - 16:25 Português
Poesia/Geral A Morte não é Bem-Vinda ... 2 290 04/15/2020 - 15:46 Português
Poesia/Geral Objectos próximos, 0 422 04/15/2020 - 12:06 Português
Poesia/Geral Daniel Faria, excerto “Do que era certo” 0 364 04/15/2020 - 11:58 Português
Ministério da Poesia/Geral O avesso do espelho... 5 154 03/01/2020 - 21:02 Português
Poesia/Geral A síndrome de Savanah 0 198 03/01/2020 - 20:26 Português
Ministério da Poesia/Geral O Estado da Dúvida 2 166 01/24/2020 - 21:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 0 255 01/08/2020 - 14:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 0 245 01/08/2020 - 13:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 0 155 01/08/2020 - 13:50 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 0 224 01/08/2020 - 12:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 0 178 01/08/2020 - 12:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 0 189 01/08/2020 - 12:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 0 184 01/08/2020 - 12:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 0 144 01/08/2020 - 12:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 0 207 01/08/2020 - 12:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 0 231 01/08/2020 - 11:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 0 218 01/08/2020 - 11:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 0 227 01/08/2020 - 11:32 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 0 142 01/08/2020 - 11:24 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 0 254 01/08/2020 - 11:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 0 181 01/08/2020 - 11:01 Português