CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Avulso

Perder-me, apenas? Perco-me
Como um lapso a divagar
Sobre as entranhas íngremes
De um passamento
Nem tão menos, nem tão mais.

Pouco de um tudo. Pouco?
Apenas um pouco tão pouco
Que sendo pouco é quase nada
Um quase, apenas!
Quase amor,
Quase dor,
Quase tudo,
Mas quase, apenas quase!

Um quase aprovado
Um quase tudo,
Mas sendo rústico,
Um nada apenas.
Como a dor da menina ferida
Pelos estigmas da vida
Nos cortes vitimados
Nos cortes pouco cortados.

Nos cortes da infância
Nos cortes da juventude
Nos cortes da personalidade
Nos cortes dos cortes, apenas.

E como a flor de pétala tinta em sangue
Em sangue, a flor, apenas tinta
Em tortos rabiscos tortos
Como em ciscos a ciscar o torto.

Anjo torto? Ou gauche? Ou...
Apenas José!
Sem forma, avulso.

Como a dor do seio não sugado
A dor do amor não dado
A espreitar o vazio do preenchimento
Vago, apenas vago.

E sendo vago e avulso
Ao torpe sucesso da ausência de um quase
Um quase nada, um quase tudo,
Mas que não passou de avulso.

Submited by

quinta-feira, janeiro 10, 2019 - 02:55

Poesia :

No votes yet

ntistacien

imagem de ntistacien
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 35 semanas 2 dias
Membro desde: 04/22/2010
Conteúdos:
Pontos: 277

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of ntistacien

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Sem forma 0 173 01/15/2020 - 03:16 Português
Poesia/Geral Esparso amor 0 231 12/04/2019 - 20:14 Português
Poesia/Geral Sujeito a uma forma 0 162 12/04/2019 - 20:11 Português
Fotos/Outros Girassol 0 520 02/23/2019 - 04:04 Português
Poesia/Aforismo É na solidão do auto conflito que se molda a mais nobre alma. 0 521 01/22/2019 - 04:40 Português
Poesia/Geral Aula de Português. 0 421 01/22/2019 - 04:36 Português
Poesia/Aforismo ntistacien 0 474 01/22/2019 - 04:19 Português
Poesia/Aforismo O que fazemos ou deixamos de fazer hoje surte efeitos na posteridade. 0 426 01/20/2019 - 07:31 Português
Poesia/Aforismo Ame como se de amor tu foste, deseje como se tua essência dependesse disto, mas jamais se curve ao que lhe foi negado. ntistacien 0 531 01/20/2019 - 07:27 Português
Poesia/Aforismo Há muito confundimos o amor com a posse, este gera um misto de segurança e dor se correspondido ou não, aquele gera paz. 0 399 01/20/2019 - 07:26 Português
Poesia/Pensamentos Feliz mesmo é poder olhar para os céus e contemplar teu olhar. Embriagar-se de amor e, ainda assim, continuar sóbrio. 0 514 01/15/2019 - 15:56 Português
Poesia/Pensamentos Foi a ingenuidade de seu olhar que desarmou meu nefasto coração. 0 238 01/15/2019 - 15:55 Português
Poesia/Geral A filosofia do lagarto: Autotomia 0 385 01/15/2019 - 15:51 Português
Poesia/Geral Silencioso grito a Brasiliana 0 360 01/14/2019 - 04:46 Português
Poesia/Geral Tempo 0 434 01/14/2019 - 04:02 Português
Poesia/Meditação Em pedaços 0 364 01/14/2019 - 03:50 Português
Poesia/Aforismo ntistacien 0 410 01/13/2019 - 06:47 Português
Poesia/Aforismo ntistacien 0 392 01/13/2019 - 06:45 Português
Poesia/Aforismo A virtude reside sob a máscara que admite existência em outrem. 0 447 01/13/2019 - 06:43 Português
Poesia/Desilusão Em pedaços 0 406 01/10/2019 - 03:15 Português
Poesia/Meditação Avulso 0 471 01/10/2019 - 02:55 Português
Poesia/Aforismo ntistacien 0 629 11/10/2018 - 19:26 Português
Poesia/Amor Para um colibri 0 582 11/10/2018 - 18:32 Português
Poesia/Geral Flores de abril 0 588 11/10/2018 - 18:21 Português
Poesia/Geral Vazio poema 1 634 11/14/2013 - 13:46 Português