CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

deus

Faz do meu rio
O teu curso a tua esteira a tua vitrine
Eu que de quem sou nada sei
Te ofereço o meu percurso
Sê-me e eu sou contigo
A tua alma agora é minha
Ouve a água a correr
Ao ritmo do teu coração a bater
Sente o ar infecto
Entranhar-se no teu ser

Submited by

sábado, março 24, 2012 - 13:33

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

infectofacto

imagem de infectofacto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 47 semanas
Membro desde: 03/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 172

Comentários

imagem de KeilaPatricia

DEus sempre nos guia pelo

DEus sempre nos guia pelo caminho da vida...

Bjs na alma...

....)..(@

imagem de infectofacto

não é sobre Deus, mas sim o

não é sobre Deus, mas sim o poder de qualquer deus. o abuso.

obrigado pelo comentário

imagem de são vieira

:)

Será que Deus é alheio ao nosso viver? longe da realidade-não. pior a nossa própria dor é a dor de um filho.mas pelo noso egoísmo não enchergamos. leitura interessante

imagem de infectofacto

Obrigado pelo comentário São.

Obrigado pelo comentário São. Neste contexto, creio que deus é um estado individual baseado numa relação interpessoal em que um conduz o outro, que vive através dele. Interessante a sua interpretação e ter ido buscar a metafora da dor de um filho. Não era esse o sentido original, se é que eu soube qual era antes de lhe estar a escrever, aqui e agora.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of infectofacto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Quanto 0 256 05/14/2015 - 12:15 Português
Poesia/Geral desolação 0 260 08/17/2014 - 16:00 Português
Poesia/Canção Começar 2 595 06/13/2014 - 11:23 Português
Poesia/Geral Desacção 0 213 06/08/2013 - 14:19 Português
Poesia/Desilusão Saio de mim 0 286 01/21/2013 - 17:51 Português
Poesia/Geral Cruzeiro 0 343 01/04/2013 - 01:45 Português
Poesia/Geral Diálogo sem fim #3 0 293 10/09/2012 - 13:31 Português
Poesia/Geral Calafrio 0 361 08/30/2012 - 02:02 Português
Poesia/Geral Jazz 0 331 08/17/2012 - 01:02 Português
Poesia/Geral Navego 1 366 08/06/2012 - 01:09 Português
Poesia/Geral Sonhos 0 304 07/17/2012 - 10:43 Português
Poesia/Geral Iluminação 0 310 06/01/2012 - 04:10 Português
Poesia/Geral (Untitled) 2 421 05/25/2012 - 21:22 Português
Poesia/Geral Ladainha 3 492 05/21/2012 - 04:10 Português
Poesia/Geral Justificação da realidade 4 475 05/20/2012 - 17:53 Português
Poesia/Geral Os felizes 2 460 05/14/2012 - 18:50 Português
Poesia/Geral No escuro 2 478 04/28/2012 - 22:20 Português
Poesia/Geral A carne 0 369 04/25/2012 - 12:13 Português
Poesia/Geral Da procura 2 429 04/25/2012 - 03:51 Português
Poesia/Geral O meu amigo 2 380 04/24/2012 - 23:22 Português
Poesia/Geral Os alienados 3 534 04/21/2012 - 22:17 Português
Poesia/Geral deus 4 473 04/21/2012 - 02:19 Português
Poesia/Geral Estupefacção 3 503 04/19/2012 - 22:55 Português
Poesia/Geral (Untitled) 2 457 04/19/2012 - 02:26 Português
Poesia/Geral Ritmo 1 373 04/19/2012 - 02:12 Português