CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Navego

Navego!

A casualidade, vento de infinito
As marés são as minhas estações
A busca, gentil
E a terra firme é um mito
Sempre à vista

O meu mar, a minha vontade
O meu desejo é o meu navio
Desconheço cada corrente
E as costas não cartografadas

A minha tripulação, os meus eus
Cada um capitão por um dia
Cada um foi e vai onde os outros o deixam ir
E onde todos o levam

Todo este sal és tu e eu
E os nossos semelhantes
Navegando assim em nós mesmos
Enfrentando os nossos monstros marinhos
Guiados pelas nossas estrelas
Ou o que achavamos que eram estrelas
E andamos atrás de pirilampos

Submited by

domingo, agosto 5, 2012 - 21:36

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

infectofacto

imagem de infectofacto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 25 semanas
Membro desde: 03/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 172

Comentários

imagem de Adolfo

Muito bom. Muito bonito. Para

Muito bom. Muito bonito.
Para se ler tantas vezes quanto por quantas rotas já navegaste.
Eu gostei muito do teu poema, de verdade...

Eu gostei muito.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of infectofacto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Quanto 0 332 05/14/2015 - 11:15 Português
Poesia/Geral desolação 0 332 08/17/2014 - 15:00 Português
Poesia/Canção Começar 2 685 06/13/2014 - 10:23 Português
Poesia/Geral Desacção 0 283 06/08/2013 - 13:19 Português
Poesia/Desilusão Saio de mim 0 359 01/21/2013 - 16:51 Português
Poesia/Geral Cruzeiro 0 419 01/04/2013 - 00:45 Português
Poesia/Geral Diálogo sem fim #3 0 362 10/09/2012 - 12:31 Português
Poesia/Geral Calafrio 0 453 08/30/2012 - 01:02 Português
Poesia/Geral Jazz 0 413 08/17/2012 - 00:02 Português
Poesia/Geral Navego 1 465 08/06/2012 - 00:09 Português
Poesia/Geral Sonhos 0 387 07/17/2012 - 09:43 Português
Poesia/Geral Iluminação 0 400 06/01/2012 - 03:10 Português
Poesia/Geral (Untitled) 2 484 05/25/2012 - 20:22 Português
Poesia/Geral Ladainha 3 574 05/21/2012 - 03:10 Português
Poesia/Geral Justificação da realidade 4 534 05/20/2012 - 16:53 Português
Poesia/Geral Os felizes 2 540 05/14/2012 - 17:50 Português
Poesia/Geral No escuro 2 554 04/28/2012 - 21:20 Português
Poesia/Geral A carne 0 461 04/25/2012 - 11:13 Português
Poesia/Geral Da procura 2 499 04/25/2012 - 02:51 Português
Poesia/Geral O meu amigo 2 463 04/24/2012 - 22:22 Português
Poesia/Geral Os alienados 3 613 04/21/2012 - 21:17 Português
Poesia/Geral deus 4 544 04/21/2012 - 01:19 Português
Poesia/Geral Estupefacção 3 561 04/19/2012 - 21:55 Português
Poesia/Geral (Untitled) 2 553 04/19/2012 - 01:26 Português
Poesia/Geral Ritmo 1 465 04/19/2012 - 01:12 Português