CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ATÉ QUE A VIDA ME REJEITE

Até que a Vida me rejeite,
…quero seguir, viajante,
carregando aquilo
que me tornou imigrante,
num outro país.
Quero ter força
e fazer o que sempre quis:
Amar-te, Vida!
Sim, porque ao amar-te,
estarei amando o mundo
e todos os que nele
sofrem dum mal profundo,
que bem compreendo…
Chama-se Saudade.
Essa, não tem idade.
Continuará vivendo
depois de mim, de ti
e de todos nós.
Lutarei pela Vida,
até quando ela quiser.
A idade não perdoa,
mas meu grito de dor,
ainda que fraco, ecoa.
Gentes que sempre amei,
chorarão minha partida.
Um dia? Uns anos?…
Minha alma está dorida,
feita de desenganos,
mas meu coração é forte,
afugentando a morte.
Eu já não tenho anos,
tenho vivências.
Mereço respeito.
Vivo de nada,
para além do Amor
que sinto no meu peito.
Não quero envelhecer.
Quero amar a Vida,
deixar-me adormecer
no seu regaço origem.
Lutar contra os corruptos
que nada dão…  Exigem!
Até quando a Vida quiser…,
quero continuar Mulher!

Maria Letra
2014-03-11

Submited by

terça-feira, março 11, 2014 - 23:04

Poesia :

No votes yet

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 1 hora
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2223

Comentários

imagem de Maria Letra

Até que a Vida me Rejeite

Obrigada pela sua visita, Ana Martins.

Este poema, como sabe, foi feito respondendo a um convite cujo título (tema) - compreendi eu - seria comum a todos os participantes. Entendi eu..., mas entendi mal. Mudaria, obviamente, apenas o poema em si. Como tal, senti-me no dever de alterar o titulo, muito embora se assemelhe,ao inicial. Como o poema já estava feito, terá de ficar assim.

Beijinhos, minha amiga. Foi um prazer falar consigo hoje.

imagem de Ana Martins

Até que a Vida me Rejeite

Mizita, boa noite!
Não era preciso alterar, se eu soubesse não tinha dito nada!

Beijinho.

imagem de Ana Martins

ENQUANTO A VIDA ME QUISER

Mizita, boa tarde!

Enquanto a vida a quiser... e oxalá a vida a queira por muitos e longos anos.

Beijinho.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix SE TU AMAS A CRIANÇA 0 82 03/10/2019 - 12:34 Português
Poesia/Desilusão BASTA DE GENTE A MORRER 0 64 03/10/2019 - 12:27 Português
Poesia/Poetrix SOU CONTRA! 0 105 03/10/2019 - 12:10 Português
Poesia/Poetrix É TEMPO DE AGIR 0 81 03/08/2019 - 21:13 Português
Poesia/Geral SABER SPERIOR 0 86 03/08/2019 - 20:09 Português
Poesia/Geral MULHR_VOCÊ_É_DIVINA! 0 86 03/08/2019 - 19:32 Português
Poesia/Geral PARA ALÉM DO SUPORTÁVEL 0 115 02/27/2019 - 22:37 Português
Críticas/Outros BAILE DE MÁSCARAS PERMANENTE 0 52 02/26/2019 - 00:35 Português
Poesia/Poetrix PRAGA DE CHACAIS 0 103 02/26/2019 - 00:20 Português
Poesia/Soneto TERMOS ESTRAMBÓTICOS 0 67 02/24/2019 - 11:14 Português
Poesia/Soneto VALES PELO QUE TENS 0 128 02/24/2019 - 11:07 Português
Poesia/Geral VOOS ALTOS 0 118 02/24/2019 - 10:53 Português
Poesia/Meditação SEGUIREI... 0 242 12/31/2018 - 11:46 Português
Poesia/Amor TU VIVI IN ME - (Revizione della traduzione: Carla Ghezzo) 0 189 12/28/2018 - 16:22 Português
Poesia/Poetrix QUE FUTURO? 0 196 12/16/2018 - 06:14 Português
Poesia/Intervenção O QUE QUERO ESTE NATAL 0 241 12/15/2018 - 23:12 Português
Poesia/Intervenção QUERIA O NATAL ASSIM 0 199 12/15/2018 - 08:44 Português
Poesia/Geral CORAGEM DE SER 0 222 12/15/2018 - 08:39 Português
Poesia/Geral EXEMPLO DE UM TAUTOGRAMA 0 249 12/10/2018 - 22:39 Português
Poesia/Meditação O ALÉM E EU 0 160 12/10/2018 - 19:24 Português
Poesia/Geral NATUREZA EU TE VENERO 0 208 12/10/2018 - 17:49 Português
Poesia/Meditação LUTA CONTRA O TEMPO 0 195 12/03/2018 - 23:12 Português
Poesia/Poetrix PUNIÇÃO POR TRAIÇÃO... 0 214 11/30/2018 - 18:13 Português
Poesia/Poetrix UNIÃO PERFEITA 0 265 11/30/2018 - 17:43 Português
Poesia/Soneto DEIXA-ME VIVER, Ó VIDA! 0 176 11/30/2018 - 15:54 Português