CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Mulher-Dor

Penduravas nas cordas a íntima roupa,
como oferenda a um deus redentor.
Ia-se o lamento na levada do sol. Uma benção!
Tal como os frutos dados ao sequeiro,
para mitigar as fomes do longo inverno;

o inverno que te caiava o rosto,
fazia tempo; o tempo que te ressecara o viço,
te revirgindara no preto da íntima pele.
Culpavas o fumo do lacrimejamento
que te inflamava os olhos verdes,
já apequenados e secos de gente.

E era fumeiro, em pleno verão;
do bulício do regato fizeste retratos imprecisos.
Que mastigas, chamando
a saliva que te desfaz o carolo de pão.
No teu rosto, mulher-dor, só vejo camas de espera.
Onde te deitas. Há muito, só!

Odete Costa Ferreira, 11-10-17

Obra Edvard Munch em https://portate-mal.blogspot.pt/search?updated-max=2017-11-28T23:52:00Z&max-results=6

Submited by

quarta-feira, fevereiro 21, 2018 - 17:21

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Odete Ferreira

imagem de Odete Ferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 48 semanas 6 horas
Membro desde: 01/11/2011
Conteúdos:
Pontos: 1924

Comentários

imagem de Odete Ferreira

Joel,

muito grata pela presença, deixo as minhas saudações poéticas.
Odete Costa Ferreira
Se assim o entender, poderá ler-me em
http://portate-mal.blogspot.pt/

imagem de Joel

À muito, só!

À muito, só!

imagem de Joel

the best

the best

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odete Ferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Entardecer com sabor a despedida 1 1.414 03/15/2018 - 13:59 Português
Poesia/Tristeza Música 1 1.296 03/15/2018 - 13:58 Português
Poesia/Desilusão Apenas mais um dia 1 1.904 03/15/2018 - 13:57 Português
Poesia/Meditação Se a vida fosse sempre assim 1 1.368 03/15/2018 - 13:56 Português
Ministério da Poesia/Fantasia Seres incompletos 3 1.674 03/15/2018 - 13:56 Português
Prosas/Outros No sopé da montanha 1 796 03/08/2018 - 19:01 Português
Poesia/Meditação Tempo(s) 1 1.454 03/08/2018 - 18:43 Português
Poesia/Fantasia Surrealidades 1 1.245 03/08/2018 - 18:42 Português
Poesia/Tristeza Emocão 5 1.643 03/08/2018 - 16:48 Português
Poesia/Dedicado Mulher-Dor 3 935 03/08/2018 - 16:14 Português
Poesia/Intervenção E a festa veste-se em cada madrugada 3 1.463 02/27/2018 - 11:43 Português
Poesia/Meditação À míngua 0 1.333 12/30/2015 - 22:36 Português
Poesia/Intervenção Não invoquem o meu nome em vão 0 1.780 11/25/2015 - 02:18 Português
Prosas/Outros Da alma 0 822 09/01/2015 - 19:58 Português
Poesia/Fantasia Surreal XXVIII 0 1.180 09/01/2015 - 19:29 Português
Poesia/Intervenção Da destemperança 0 2.311 08/26/2015 - 01:35 Português
Poesia/Meditação E no entre-Tanto faço caminho 0 1.569 07/02/2015 - 23:55 Português
Poesia/Meditação E continuamos pequeninos! 0 2.119 06/02/2015 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção Nem te renego nem me nego 0 1.962 04/25/2015 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Laudatória 0 1.000 03/24/2015 - 19:03 Português
Poesia/Dedicado És...Mulher 0 1.416 03/08/2015 - 18:53 Português
Poesia/Amor Vida(s) 0 1.352 02/14/2015 - 18:07 Português
Poesia/Amor Moras nos meus sonhos 0 1.562 02/13/2015 - 16:30 Português
Poesia/Dedicado Olhares 0 2.315 01/22/2015 - 01:58 Português
Prosas/Outros Do exato momento da VIragem 0 1.399 12/30/2014 - 14:27 Português