CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Do exato momento da VIragem

Amplio o olhar. Traço-o numa escala de inalcançável dimensão. Pelo menos terrena. Pelo menos à medida do magro conhecimento que possuo sobre as leis do Universo. Mas tenho uma mente cognoscível de palavras dispostas em tabuleiros de jogos imprevisíveis. Alguns, sei que vou ganhar. Outros, provavelmente a maior parte, serão a roleta que ora se aproxima dos números da sorte, ora se trapaceia para rir do azar. Sorte e azar! Tão ténue o limite. Como amar e odiar. Como viver e morrer. Como… o hoje e o amanhã, como a fragmentação do tempo em horas, minutos, segundos.
Marcas visíveis na invisibilidade de uma simultaneidade temporal que só o pensamento domina. A uma velocidade imensurável. Tento retardá-la para resgatar momentos. Tento acrescentar alguns dados de previsibilidade, tão só para sustentar os desejos para o novo ano. No exato momento da VIRAGEM.
Consciente desta impossibilidade, será a emoção pelos amores maiores que me tomará, levitando-me na semântica do sonho.
E é por ela que sorrio enquanto me borbulho no champanhe do momento.

Odete Ferreira (OF)
Imagem – Obra de Daniel Castro (ver em http://portate-mal.blogspot.pt/ )

Acompanhar-vos-ei num brinde a um ANO mesmo NOVO! A não ser assim, 2015 será apenas mais um que enfeitará paredes (des)lavadas da esperança que vai esmaecendo…Haja crença! 

Submited by

terça-feira, dezembro 30, 2014 - 14:27

Prosas :

No votes yet

Odete Ferreira

imagem de Odete Ferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 9 semanas
Membro desde: 01/11/2011
Conteúdos:
Pontos: 1924

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odete Ferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Entardecer com sabor a despedida 1 1.617 03/15/2018 - 13:59 Português
Poesia/Tristeza Música 1 1.436 03/15/2018 - 13:58 Português
Poesia/Desilusão Apenas mais um dia 1 2.068 03/15/2018 - 13:57 Português
Poesia/Meditação Se a vida fosse sempre assim 1 1.561 03/15/2018 - 13:56 Português
Ministério da Poesia/Fantasia Seres incompletos 3 1.959 03/15/2018 - 13:56 Português
Prosas/Outros No sopé da montanha 1 900 03/08/2018 - 19:01 Português
Poesia/Meditação Tempo(s) 1 1.582 03/08/2018 - 18:43 Português
Poesia/Fantasia Surrealidades 1 1.434 03/08/2018 - 18:42 Português
Poesia/Tristeza Emocão 5 1.860 03/08/2018 - 16:48 Português
Poesia/Dedicado Mulher-Dor 3 1.309 03/08/2018 - 16:14 Português
Poesia/Intervenção E a festa veste-se em cada madrugada 3 1.669 02/27/2018 - 11:43 Português
Poesia/Meditação À míngua 0 1.532 12/30/2015 - 22:36 Português
Poesia/Intervenção Não invoquem o meu nome em vão 0 1.867 11/25/2015 - 02:18 Português
Prosas/Outros Da alma 0 947 09/01/2015 - 19:58 Português
Poesia/Fantasia Surreal XXVIII 0 1.368 09/01/2015 - 19:29 Português
Poesia/Intervenção Da destemperança 0 2.613 08/26/2015 - 01:35 Português
Poesia/Meditação E no entre-Tanto faço caminho 0 1.705 07/02/2015 - 23:55 Português
Poesia/Meditação E continuamos pequeninos! 0 2.344 06/02/2015 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção Nem te renego nem me nego 0 2.099 04/25/2015 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Laudatória 0 1.158 03/24/2015 - 19:03 Português
Poesia/Dedicado És...Mulher 0 1.610 03/08/2015 - 18:53 Português
Poesia/Amor Vida(s) 0 1.482 02/14/2015 - 18:07 Português
Poesia/Amor Moras nos meus sonhos 0 1.702 02/13/2015 - 16:30 Português
Poesia/Dedicado Olhares 0 2.510 01/22/2015 - 01:58 Português
Prosas/Outros Do exato momento da VIragem 0 1.637 12/30/2014 - 14:27 Português