CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nem te renego nem me nego

Saberão um dia que não te renego
mas não nego que estou como em tempo de cheias.
Transbordo a irritação para lá das margens
escabelando a voz meiga da cegueira.

Nem sequer tenho escapatória,
as eclusas são demasiado apertadas
e tudo fica neste interior ensimesmado
Um deserto sem areias, nem espaço voador.

Asfixiam-me as notícias poluentes
que matam seletivas células de esperança.
Ainda ontem dizia que era feliz.
Mas como o ser na destemperança do outro!

Ai meu país de oásis benditos semeado.
Tanta cor, tanto odor, tanto amor.
Vejo, cheiro e afogo-me na bebedeira dos sentidos
de em tanta água lodosa mergulhar.

Corre mansa a água do meu rio
e este sol afogueado que o degela
prenuncia um ciclo novo de palavras.
Só não sei em que tempo a história será escrita.

Mas não te renego, país de poetas desconhecidos.
Trairia os versos apaixonados que inspiras.
Na força do vento espero tempestades varredoras
de gente vil! Sim , essa que te atraiçoa!

No fim, será sempre o povo que jurará bandeiras!

OF (Odete Ferreira)
Imagens em http://portate-mal.blogspot.pt/

Submited by

sábado, abril 25, 2015 - 02:08

Poesia :

No votes yet

Odete Ferreira

imagem de Odete Ferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 48 semanas 21 horas
Membro desde: 01/11/2011
Conteúdos:
Pontos: 1924

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odete Ferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Entardecer com sabor a despedida 1 1.416 03/15/2018 - 13:59 Português
Poesia/Tristeza Música 1 1.297 03/15/2018 - 13:58 Português
Poesia/Desilusão Apenas mais um dia 1 1.905 03/15/2018 - 13:57 Português
Poesia/Meditação Se a vida fosse sempre assim 1 1.371 03/15/2018 - 13:56 Português
Ministério da Poesia/Fantasia Seres incompletos 3 1.676 03/15/2018 - 13:56 Português
Prosas/Outros No sopé da montanha 1 797 03/08/2018 - 19:01 Português
Poesia/Meditação Tempo(s) 1 1.457 03/08/2018 - 18:43 Português
Poesia/Fantasia Surrealidades 1 1.247 03/08/2018 - 18:42 Português
Poesia/Tristeza Emocão 5 1.644 03/08/2018 - 16:48 Português
Poesia/Dedicado Mulher-Dor 3 937 03/08/2018 - 16:14 Português
Poesia/Intervenção E a festa veste-se em cada madrugada 3 1.465 02/27/2018 - 11:43 Português
Poesia/Meditação À míngua 0 1.334 12/30/2015 - 22:36 Português
Poesia/Intervenção Não invoquem o meu nome em vão 0 1.782 11/25/2015 - 02:18 Português
Prosas/Outros Da alma 0 824 09/01/2015 - 19:58 Português
Poesia/Fantasia Surreal XXVIII 0 1.182 09/01/2015 - 19:29 Português
Poesia/Intervenção Da destemperança 0 2.312 08/26/2015 - 01:35 Português
Poesia/Meditação E no entre-Tanto faço caminho 0 1.573 07/02/2015 - 23:55 Português
Poesia/Meditação E continuamos pequeninos! 0 2.121 06/02/2015 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção Nem te renego nem me nego 0 1.963 04/25/2015 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Laudatória 0 1.003 03/24/2015 - 19:03 Português
Poesia/Dedicado És...Mulher 0 1.417 03/08/2015 - 18:53 Português
Poesia/Amor Vida(s) 0 1.353 02/14/2015 - 18:07 Português
Poesia/Amor Moras nos meus sonhos 0 1.563 02/13/2015 - 16:30 Português
Poesia/Dedicado Olhares 0 2.316 01/22/2015 - 01:58 Português
Prosas/Outros Do exato momento da VIragem 0 1.401 12/30/2014 - 14:27 Português