CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Tudo acaba aonde começou...

Tudo acaba aonde começou,
Uma brisa, uma frase, um caminho,
Uma tarde, uma esperança, um voo…
Só não lembro de onde venho

Talvez do mundo do fim de tudo,
Com seus azuis palácios e o que reste
Da canção com que certa mãe embalou…
Tudo acaba onde começou,

Meu coração pairando mudo,
Sem lembrar quem eu sou,
Se das terras do fim do mundo,
Onde tudo começa e aonde ele acabou.

Será que, também surdo eu sou,
Já que da voz de minha mãe,
Nem percebo sequer o recado,
Nem na brisa rosada da tarde,

Que dizem ter a voz que de “Deus vem”.
Se tudo acaba onde começou,
Que se me acabe desde logo a razão
Pois meu absurdo coração, nem caminho,

Nem país tem, é parte sal e fel,
Parte castanho mel como qualquer nação
Onde se misture a dor dos que cá estavam
Com a dos que nem de lá são.

Tudo acaba aonde começou

Jorge Santos (08/2014)

Submited by

terça-feira, setembro 9, 2014 - 17:34

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 2 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 39366

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral É hoje o dia… 301 281 07/12/2019 - 12:47 Português
Ministério da Poesia/Geral As estrelas, os Estrôncios e os Sonhos. 34 536 06/23/2019 - 12:41 Português
Ministério da Poesia/Geral Sendo eu outro 77 352 06/10/2019 - 18:56 Português
Ministério da Poesia/Geral Meu cabelo é água e pêlo, sonho é sentir vê-lo… 37 357 06/10/2019 - 18:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou feliz porque não escrevo… 49 346 06/10/2019 - 15:28 Português
Poesia/Geral O triunfo dos relógios ... 167 357 06/07/2019 - 20:02 Português
Ministério da Poesia/Geral O meu préstimo… 250 379 06/07/2019 - 19:59 Português
Ministério da Poesia/Geral (Busco a eternidade-num-saco-vazio) 265 415 06/07/2019 - 19:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Pois tudo o que se move é sagrado. 368 349 05/23/2019 - 20:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha voz não vê … 232 392 05/22/2019 - 19:48 Português
Ministério da Poesia/Geral (Ouçam-me, pra que eu possa…) 123 357 05/22/2019 - 15:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou um homem complicado… 156 296 05/22/2019 - 09:22 Português
Ministério da Poesia/Geral Aos pássaros acresce o voar 112 352 05/22/2019 - 09:18 Português
Ministério da Poesia/Geral Tão livre quanto prisioneiro… 388 308 05/22/2019 - 09:03 Português
Poesia/Geral Nada tenho pra dizer ... 285 703 05/18/2019 - 16:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Tudo isso me dói e odeio… 124 437 05/17/2019 - 12:42 Português
Ministério da Poesia/Geral Governador de mim… 416 640 05/16/2019 - 15:46 Português
Ministério da Poesia/Geral Atrás de mim Gigantes 200 471 05/16/2019 - 11:16 Português
Ministério da Poesia/Geral Qual viagem… 390 693 05/11/2019 - 16:37 Português
Poesia/Geral Morto vivo eu já sou … 496 680 05/09/2019 - 11:06 Português
Poesia/Geral Tesoureiros da luz, 677 848 05/09/2019 - 10:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Na extrema qu’esta minh’alma possui. 156 317 04/24/2019 - 20:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Como rei deposto numa nação de rosas ... 266 564 04/23/2019 - 09:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Por amor ao meu país… 230 626 04/23/2019 - 09:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Posso soltar as asas… 330 622 04/14/2019 - 19:58 Português