Não é preciso pedir…

Não é preciso pedir perdão
Solenemente , basta um aceno
Mudo da janela, ou do coração,
Deixar o peito roçar o queixo,

Para sentir que somos perdoados,
Como os poetas todos deviam ser,
Mesmo estando errados ou não,
Se for preciso perdoamos a dor

Avessa, como se fosse a nós alheia,
Perdoamos até o próprio pensar,
Quando é negro e ainda perdemos
A mossa do queixo no nosso peito,

Pensando não ser necessário
Agradecer esse simples perdão…

Joel Matos (10/2015)
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

Viernes, Febrero 23, 2018 - 17:04

Ministério da Poesia :

Su voto: Nada Promedio: 5 (1 vote)

Joel

Imagen de Joel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 2 semanas 2 horas
Integró: 12/20/2009
Posts:
Points: 40693

Comentarios

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

Perdoamos até o próprio pensar,

dos outros

Imagen de Joel

perdoados, Como os poetas todos deviam ser, Mesmo estando errad

perdoados,
Como os poetas todos deviam ser,
Mesmo estando errados, eu não

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Joel

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/General Na minha terra não há terra, 0 489 06/02/2020 - 16:16 Portuguese
Poesia/General A sucessão dos dias e a sede de voyeur ... 0 249 06/02/2020 - 16:09 Portuguese
Poesia/General O Amor é uma nação em risco, 1 576 05/03/2020 - 00:37 Portuguese
Ministério da Poesia/General Ninguém me distingue de quem sou eu ... 1 302 04/20/2020 - 23:34 Portuguese
Ministério da Poesia/General A um Deus pouco divino … 1 491 04/19/2020 - 12:02 Portuguese
Poesia/General “Hic sunt dracones”, A dor é tudo … 4 535 04/15/2020 - 16:25 Portuguese
Poesia/General A Morte não é Bem-Vinda ... 2 484 04/15/2020 - 15:46 Portuguese
Poesia/General Objectos próximos, 0 594 04/15/2020 - 12:06 Portuguese
Poesia/General Daniel Faria, excerto “Do que era certo” 0 492 04/15/2020 - 11:58 Portuguese
Ministério da Poesia/General O avesso do espelho... 5 331 03/01/2020 - 21:02 Portuguese
Poesia/General A síndrome de Savanah 0 464 03/01/2020 - 20:26 Portuguese
Ministério da Poesia/General O Estado da Dúvida 2 273 01/24/2020 - 21:05 Portuguese
Ministério da Poesia/General Patchwork... 0 458 01/08/2020 - 14:05 Portuguese
Ministério da Poesia/General Vivo do oficio das paixões 0 422 01/08/2020 - 13:55 Portuguese
Ministério da Poesia/General Como morre um Rei de palha... 0 295 01/08/2020 - 13:50 Portuguese
Ministério da Poesia/General "Sic est vulgus" 0 479 01/08/2020 - 12:47 Portuguese
Ministério da Poesia/General Quantos Césares fui eu !!! 0 326 01/08/2020 - 12:40 Portuguese
Ministério da Poesia/General Nada se parece comigo 0 364 01/08/2020 - 12:34 Portuguese
Ministério da Poesia/General Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 0 399 01/08/2020 - 12:27 Portuguese
Ministério da Poesia/General Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 0 325 01/08/2020 - 12:11 Portuguese
Ministério da Poesia/General Morri lívido e nu ... 0 342 01/08/2020 - 12:03 Portuguese
Ministério da Poesia/General Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 0 365 01/08/2020 - 11:45 Portuguese
Ministério da Poesia/General Excerto “do que era certo” 0 332 01/08/2020 - 11:38 Portuguese
Ministério da Poesia/General Rua dos Douradores 30 ... 0 394 01/08/2020 - 11:32 Portuguese
Ministério da Poesia/General A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 0 308 01/08/2020 - 11:24 Portuguese