(1820)

1820

O mal deste mundo é nem tudo rodar à volta dele,
Por sinal a mim tudo volta excepto o que mais desejo,
Voltar ao mundo segunda, terceira, quarta vez e sempre,
Por isso escrevo detrás pra frente e não de frente pra trás

Mas sempre contra a rotação do planeta pra ser diferente
De toda a gente na Terra e em tod’a roda desta e sempre
Com a lógica de um relógio de água na metafísica de Escher,
Menos arbitrário o pêndulo que Foucault, e o universo

Tão mais próximo quanto o supúnhamos longínquo
Ou tão a Norte, o mal deste mundo é nem tudo rodar
À volta dele, de mim tampouco, sou o que sente,
Cumpro o ritual das cearas, Copérnico das velas

Crescendo, solto no ar o que parece ciência sem ser,
Ninguém me conhece tão mal quanto eu, mesmo
Os meus segredos me metem medo sendo a fingir,
Tomara este mundo possuísse longas pernas

E umas mãos de metro e meio, pra me segurar eu,
O mal deste mundo é nem tudo rodar como roda
Esta pedra redonda, que é meu coração moinho/nora
Por isso escrevo detrás pra frente e de frente pra trás …

(Joel Matos 1820)

Joel Matos (05/2018)
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

Viernes, Junio 8, 2018 - 10:59

Poesia :

Su voto: Nada (1 vote)

Joel

Imagen de Joel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 6 días 19 horas
Integró: 12/20/2009
Posts:
Points: 39366

Comentarios

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Joel

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Ministério da Poesia/General É hoje o dia… 301 278 07/12/2019 - 12:47 Portuguese
Ministério da Poesia/General As estrelas, os Estrôncios e os Sonhos. 34 536 06/23/2019 - 12:41 Portuguese
Ministério da Poesia/General Sendo eu outro 77 350 06/10/2019 - 18:56 Portuguese
Ministério da Poesia/General Meu cabelo é água e pêlo, sonho é sentir vê-lo… 37 357 06/10/2019 - 18:03 Portuguese
Ministério da Poesia/General Sou feliz porque não escrevo… 49 345 06/10/2019 - 15:28 Portuguese
Poesia/General O triunfo dos relógios ... 167 356 06/07/2019 - 20:02 Portuguese
Ministério da Poesia/General O meu préstimo… 250 379 06/07/2019 - 19:59 Portuguese
Ministério da Poesia/General (Busco a eternidade-num-saco-vazio) 265 415 06/07/2019 - 19:55 Portuguese
Ministério da Poesia/General Pois tudo o que se move é sagrado. 368 349 05/23/2019 - 20:40 Portuguese
Ministério da Poesia/General Minha voz não vê … 232 390 05/22/2019 - 19:48 Portuguese
Ministério da Poesia/General (Ouçam-me, pra que eu possa…) 123 357 05/22/2019 - 15:34 Portuguese
Ministério da Poesia/General Sou um homem complicado… 156 295 05/22/2019 - 09:22 Portuguese
Ministério da Poesia/General Aos pássaros acresce o voar 112 350 05/22/2019 - 09:18 Portuguese
Ministério da Poesia/General Tão livre quanto prisioneiro… 388 308 05/22/2019 - 09:03 Portuguese
Poesia/General Nada tenho pra dizer ... 285 702 05/18/2019 - 16:54 Portuguese
Ministério da Poesia/General Tudo isso me dói e odeio… 124 437 05/17/2019 - 12:42 Portuguese
Ministério da Poesia/General Governador de mim… 416 638 05/16/2019 - 15:46 Portuguese
Ministério da Poesia/General Atrás de mim Gigantes 200 470 05/16/2019 - 11:16 Portuguese
Ministério da Poesia/General Qual viagem… 390 693 05/11/2019 - 16:37 Portuguese
Poesia/General Morto vivo eu já sou … 496 679 05/09/2019 - 11:06 Portuguese
Poesia/General Tesoureiros da luz, 677 848 05/09/2019 - 10:59 Portuguese
Ministério da Poesia/General Na extrema qu’esta minh’alma possui. 156 317 04/24/2019 - 20:03 Portuguese
Ministério da Poesia/General Como rei deposto numa nação de rosas ... 266 564 04/23/2019 - 09:37 Portuguese
Ministério da Poesia/General Por amor ao meu país… 230 625 04/23/2019 - 09:05 Portuguese
Ministério da Poesia/General Posso soltar as asas… 330 620 04/14/2019 - 19:58 Portuguese