CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ápice

Ápice

O raio do sol da tarde
Que uma janela perdida
Refletiu Num instante indiferente —
Arde,
Numa lembrança esvaída,
À minha memória de hoje
Subitamente...

Seu efêmero arrepio
Ziguezagueia, ondula, foge,
Pela minha retentiva...
— E não poder adivinhar
Porque mistério se me evoca
Esta idéia fugitiva,
Tão débil que mal me toca!...

— Ah, não sei porquê, mas certamente
Aquele raio cadente
Alguma coisa foi na minha sorte
Que a sua projeção atravessou...

Tanto segredo no destino de uma vida...

É como a idéia de Norte,
Preconcebida,
Que sempre me acompanhou...

Mário de Sá-Carneiro

Submited by

quarta-feira, abril 1, 2009 - 02:13

Poesia Consagrada :

No votes yet

MariodeSaCarneiro

imagem de MariodeSaCarneiro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 35 semanas
Membro desde: 04/01/2009
Conteúdos:
Pontos: 120

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MariodeSaCarneiro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - Mario de Sa Carneiro 0 651 11/24/2010 - 00:33 Português
Poesia Consagrada/Geral Ângulo 0 456 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Sete Canções de Declínio 0 407 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Taciturno 0 447 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Apoteose 0 430 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral 7 0 461 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Vislumbre 0 327 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral 16 0 444 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral A Queda 0 306 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Rodopio 0 296 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Vontade de Dormir 0 380 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Inter-Sonho 0 270 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Escavação 0 325 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Partida 0 256 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Ápice 0 311 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Amor O amor 0 702 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Serradura 0 441 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Estátua Falsa 0 554 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Caranguejola 0 497 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Manucure 0 503 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Crise Lamentável 0 454 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral O Fantasma 0 445 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral El-Rei 0 391 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral AQUELOUTRO 0 470 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Quasi 0 495 11/19/2010 - 16:49 Português